Clique aqui e veja as últimas notícias!

COMPRAS

No último dia do ano, supermercados abrem até às 20h

Movimentação de pessoas nos estabelecimentos de Campo Grande começou cedo
31/12/2019 12:10 - SÚZAN BENITES


 

O último dia de 2019 tem supermercados cheios, centro e lotéricas vazios. Na manhã desta terça-feira (31) a reportagem do Correio do Estado esteve nas ruas de Campo Grande e verificou um cenário diferente do encontrado no Natal, ruas do centro tranquilas e com poucos transeuntes.

Enquanto nos supermercados da Capital o movimento intenso começou desde cedo. No último dia do ano, os estabelecimentos funcionam até às 20h. De acordo com o presidente da Associação Sul-Mato-Grossense de Supermercadistas (Amas), Edmilson Veratti, a movimentação será intensa durante todo o dia. “Vamos abrir até as 20h. Será um dia movimentado, desde cedo as lojas estão cheias”, afirmou.

Até novembro, os supermercados brasileiros registraram 3,76% de crescimento real na comparação com o mesmo período do ano anterior, de acordo com o Índice Nacional de Vendas da Associação Brasileira de Supermercados (Abras). O resultado ultrapassa a meta inicial da entidade nacional, de 3%, anunciada em janeiro. No mês passado, o setor apresentou alta de 5,82% em relação a outubro, e crescimento de 6,39% comparado a novembro de 2018.

Em Mato Grosso do Sul, o resultado foi ainda melhor. “Tivemos um ano bom em relação aos anos anteriores, devemos fechar com aumento de vendas em 3,80% em relação à 2018”, afirmou o presidente da Amas.

Veratti ainda frisa que para 2020 os planos são ainda melhores, pois, o otimismo com a retomada da economia refletirá em todo o mercado. “Em 2020 acreditamos ser um ano bom também, com a retomada da economia podendo chegar à 3,5% de crescimento”, afirmou.

Consumidores movimentam supermercados

Muitos consumidores deixaram as compras da ceia de Ano Novo para o último dia. Nos supermercados da cidade a movimentação começou logo cedo. Algumas pessoas preferiram ir no período matutino com medo de enfrentar filas e não encontrar os alimentos necessários.

A técnica de enfermagem Maria de Lurdes Lemes, 54 anos, disse que só conseguiu fazer compras nesta terça-feira. “O tempo é curto e eu vou preparar a ceia em casa. Preferi vir de manhã, porque acredito que durante a tarde será mais tumultuado”, disse.

O funcionário público aposentado, Robson Messias, 54, disse que ele e a esposa só encontraram lentilha no terceiro estabelecimento comercial. “Minha esposa acordou cedo e foi a dois mercados antes, agora neste terceiro é que encontramos a lentilha que ela estava procurando. Os três supermercados estavam cheios”, afirmou.

Para a professora Simone Godoy, 34, hoje foi dia de compras do dia a dia. “Eu vim fazer compras normais. Acho que não vai encher muito o mercado, porque tem muita gente fora da cidade”, considerou.