Clique aqui e veja as últimas notícias!

EDUCAÇÃO

Após falhas no Enem, deputada pede explicações ao Ministério da Educação

Estudantes reclamaram de problemas na correção do exame
21/01/2020 19:42 - ADRIEL MATTOS


 

A deputada federal Rose Modesto (PSDB-MS) vai cobrar explicações do Ministério da Educação após falhas na correção das provas do Exame Nacional do Ensino Médio. Por todo o Brasil, candidatos reclamaram que receberam notas abaixo do esperado, o que forçou a pasta a rever a correção.

Sub-relatora do Enem na Comissão Externa do MEC na Câmara dos Deputados, Rose afirmou que o ministério deveria ter mais rigor na elaboração e aplicação do exame, além de exigir adoção de critérios de segurança efetivamente eficientes.

“Apontei a possibilidade de um erro como esse, a troca de gabaritos, em meu relatório,  apresentado em dezembro do ano passado. É que ao analisar o processo como um todo, constatei e apontei a necessidade do MEC de adotar um maior rigor sobre as etapas da elaboração e da  aplicação das provas, desde a contratação da gráfica até a inscrição, bem como tornar público os critérios de escolha das questões a serem aplicadas e dos critérios da correção. O que não aconteceu”, relata a deputada.

Rose afirma ainda que vai exigir explicações do MEC, principalmente de qual falha no processo para que fosse possível a gráfica trocar gabaritos sem que nenhum fiscal do MEC percebesse. “Queremos saber com precisão a quantidade de estudantes prejudicados, se foi realmente a apontada pelo Ministério e o mais importante, o que será feito para evitar erros futuros. É preciso garantir a lisura do Enem, que é o maior processo de acesso ao ensino superior do país”, finalizou.