Clique aqui e veja as últimas notícias!

CAMPANHA

Nelsinho garante investimentos para o setor cultural

O candidato participou do encontro juntamente com sua vice, Pastor Janete
03/09/2014 14:30 - DA REDAÇÃO


 

Para uma plateia estimada em 1.200 pessoas, entre artistas, produtores e gestores culturais todo o Estado, Nelsinho Trad, candidato a governador pelo PMDB, assumiu na noite desta terça-feira (02) o compromisso com o efetivo desenvolvimento e crescimento das ações culturais em Mato Grosso do Sul.

Nelsinho participou da reunião juntamente com sua candidata a vice-governadora, Pastora Janete Morais (PSB), e com a candidata ao Senado, Simone Tebet (PMDB). 

Durante o evento, Nelsinho recebeu das mãos do presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Américo Calheiros, um conjunto de propostas elaboradas pelo setor para fortalecer ainda mais a cultura. Uma delas é o repasse de 1,5% do orçamento, conforme previsto pela PEC 150 que será votada no Congresso. A Proposta de Emenda à Constituição, que tramita na Câmara há 10 anos, estabelece que o governo Federal destine à cultura 2% do orçamento, os Estados e o Distrito Federal 1,5%, e os municípios 1% da arrecadação de impostos para a cultura.

"A expectativa no Estado, eu sei, é de 1,5% do orçamento nos quatro anos. Vamos construir isso juntos, esse é um compromisso que eu faço com a categoria. É viável, basta o governador querer", disse Nelsinho. Ele lembrou que em Campo Grande, o município já destina 1% do orçamento para a cultura, conforme emenda à lei orgânica do município aprovada pela Câmara de Vereadores. "Vocês têm o meu compromisso com a cultura e o esporte de Mato Grosso do Sul. Esse um por cento de investimento na cultura nasceu em meu gabinete, isso  avançou e chegou  a ponto que teve que ser efetivado pelo prefeito que me substituiu".

O presidente da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, Américo Calheiros, disse que nos últimos anos o governo do Estado do PMDB desenvolveu políticas públicas na área de cultura, tanto para a Capital, como para o interior. Parcerias com os gestores, artistas e prefeitos permitiram a retomada de projetos que ganharam impulso, sobretudo, com a criação do Fundo de Investimentos Culturais (FIC). “Os incentivos aplicados que iniciaram em R$ 1 milhão e já chegam a R$ 5 milhões, recursos que ampliaram a possibilidade de realização de inúmeros projetos desenvolvendo a cultura no Estado”,destacou Malheiros.

Nelsinho lembrou que no início do seu governo na prefeitura, desmembrou em duas a Secretaria de Cultura e Esporte para poder dar mais condições de desenvolvimento às duas áreas. "Fizemos isso em 2005 em nossa administração. Mesmo no segundo mandato, quando promovemos um enxugamento na máquina pública, mantivemos as duas unidades administrativas por acreditar na inserção social, tanto na cultura como no esporte", afirmou.  

Centros Culturais

Outra proposta feita pelo setor já está contemplada no Plano de Governo de Nelsinho. Refere-se a construção de centros culturais. Se for eleito governador, Nelsinho pretende construir centros culturais em 20 municípios: nove em cidades-polo das regiões de planejamento e 11 em cidades de menor população. 

"Já fizemos aqui em Campo Grande. Buscamos recursos em Brasília e construímos o Centro Cultural no Parque do Segredo. Em nossa gestão também idealizamos ações levando a cultura para os bairros, fazendo dança, levando eventos musicais, realizando projetos como a Noite da Seresta, Cidade do Natal e Quinta Gospel, entre outras iniciativas", destacou.

Nelsinho também garantiu que irá manter todas as conquistas idealizadas pela atual administração, como os festivais que são referência não só para o Brasil, mas para a América Latina. Entre os eventos criados, destacam-se o MS Canta Brasil, Festival de Inverno de Bonito, Festival América do Sul, Festa da Linguiça de Maracaju, Festa da Farinha de Anastácio e Festa da Erva Mate em Ponta Porã.

"Vamos manter e incrementar estas ações. Nós temos que valorizar, sim, o trabalho de vocês. Vocês fazem parte deste trabalho. Vocês que militam na cultura, no esporte, na administração. Esse legado eu tenho orgulho de defender e de mostrar para a população. Vai ficar melhor do que está, este é o meu compromisso", finalizou, arrancando aplausos dos presentes na reunião.