Correio B

CORREIO B

Cores são cada vez mais usadas
em campanhas de saúde

Cores são cada vez mais usadas
em campanhas de saúde

CÁSSIA MODENA

05/10/2016 - 15h03
Continue lendo...

Saúde é um assunto que está sempre em discussão. De forma geral, é tema fundamental nos debates políticos, públicos e nas conversas informais do cotidiano. Há, entretanto, duas questões especialmente urgentes sobre ela que costumam ficar de fora dessas discussões: a prevenção e o desconhecimento de muitas doenças. 

Para levar mais pessoas às unidades de saúde e fazer circular as informações sobre doenças, o Ministério da Saúde e entidades da sociedade civil adotaram as “cores da saúde”, reconhecidas em todo o mundo e identificadas em campanhas publicitárias. Elas mudam conforme o mês e são representadas por símbolos como o laço, por exemplo. Desde a década de 1990, são exploradas pela publicidade, pela imprensa e por organizações da sociedade civil.

A que se inicia é o Outubro Rosa, dedicado à sensibilização quanto à saúde da mulher – principalmente em relação ao câncer de mama e câncer do colo do útero. Ações de saúde como esta começam no segundo mês do ano com o  Fevereiro Roxo, que chama a atenção para a doença degenerativa conhecida como mal de Alzheimer, para a fibromialgia e para a doença de lúpus. Elas vão até o fim do ano, com o Dezembro Vermelho, quando o alerta é sobre o vírus HIV.

O ANO TODO

O total de campanhas publicitárias produzidas pelo Ministério da Saúde, durante o ano, chega a 85. Algumas delas são permanentes, outras são mensais.

Em Mato Grosso do Sul, a Secretaria de Estado de Saúde mantém ações, conforme as diretrizes do ministério, de pelo menos 12 campanhas destas e também possui uma em âmbito estadual, o Agosto Lilás, que promove o combate à violência contra a mulher. 

PARCERIAS

Segundo a coordenadora da Atenção Básica de Saúde do Estado, Karine Cavalcante, as  campanhas identificadas por cores abrangem áreas estratégicas de sensibilização que são anualmente promovidas por vários setores do poder público, mas precisam também do apoio de outras entidades. “É muito importante ter parcerias para sensibilizar o número máximo de pessoas possível a procurar as unidades de saúde”.

Órgãos públicos da Capital e do interior participam mensalmente das campanhas. É comum, durante esses períodos, a realização de conversa e distribuição de folhetos informativos.

Sindicatos, bancos e hospitais costumam apoiar essas campanhas de saúde, com o objetivo de prestar serviço para seu público interno e externo. A grande circulação de pessoas em locais como shoppings, por exemplo, é favorável para isso.

Este mês, o Pátio Central Shopping, localizado no centro da Capital, autorizou que o Hospital de Câncer Alfredo Abrão montasse um estande para comercializar produtos, como calendários e camisetas, com temas ligados ao Outubro Rosa. O hospital tem outras ações programadas para a conscientização em saúde como a Caminhada Rosa, que ocorreu no dia 1º de outubro. Além disso, são realizadas, o ano todo, entrega de cestas básicas para pacientes e palestras de conscientização em relação ao câncer. Só em outubro, foram agendadas mais de 40 delas. 

No mês passado, o Setembro Verde, a rede de restaurantes Madero, que possui uma filial em Campo Grande, produziu campanha publicitária para estimular a doação de órgãos. Ela foi postada nas redes sociais da empresa, no formato de vídeo, e gerou milhares de compartilhamentos.

Na sede da Secretaria de Saúde, localizada no Parque dos Poderes, em Campo Grande, há material de divulgação disponível para que empresas e organizações possam distribuir e colaborar com as campanhas.

CONSCIENTIZAÇÃO

A prevenção depende da iniciativa individual e é prática pouco usual, apesar de tanta insistência dos profissionais da área com a população. 

Quem é paciente também pode ajudar, a exemplo do que faz Leni Cordeiro, 50 anos. Ela realiza tratamento contra o câncer há cinco anos e, desde 2014, é modelo da Rede Feminina de Combate ao Câncer de Campo Grande. A paciente participa das campanhas promovidas pela entidade e empresta sua imagem para alertar sobre o câncer de mama, doença que lhe tirou duas mamas, mas não levou sua autoestima e a vontade de viver e ajudar o outro. “Gosto muito de fotografar e poder escolher entre perucas, lenços coloridos e chapéus para as fotos, a autoestima vai lá em cima. Minha intenção é que a minha imagem sirva para sensibilizar outras mulheres em relação ao câncer”.

CALENDÁRIO COLORIDO

Fevereiro Roxo: lúpus/mal de Alzheimer/fibromialgia.

Abril Quebra-Cabeça (várias cores): autismo.

Maio Amarelo e Vermelho: hepatite.

Junho Laranja: anemia, leucemia.

Julho Amarelo: câncer ósseo.

Setembro Amarelo: suicídio.

Setembro Verde: doação de órgãos.

Outubro Rosa: saúde da mulher (câncer de colo do útero e câncer de mama).

Novembro Azul: saúde do homem (câncer de próstata) e diabetes.

Dezembro Vermelho: vírus HIV.

Cinema

Confira as estreias da semana nos cinemas de Mato Grosso do Sul

Quinto longa de franquia pós-apocalíptica, 'Furiosa: Uma saga Mad Max' chega ao Brasil

22/05/2024 20h00

Furiosa: Uma Saga Mad Max

Furiosa: Uma Saga Mad Max Divulgação / Warner Bros.

Continue Lendo...

Nesta quinta-feira (23), chega às telonas brasileiras o quinto filme da saga Mad Max. Estrelado por Anya Taylor-Joy, 'Furiosa: Uma Saga Mad Max' leva o telespectador a conhecer o passado da heroína Furiosa, apresentada aos fãs no último filme, Mad Max: Estrada da Fúria (2015).

Além da aclamada franquia, estreiam nos cinemas de Mato Grosso do Sul outros quatro filmes. Confira a lista completa abaixo:

Sinopses

Furiosa: Uma Saga Mad Max

Furiosa: Uma Saga Mad Max

Furiosa: Uma Saga Mad Max é um filme de ficção científica pós-apocalíptico dirigido por George Miller e estrelado por Anya Taylor-Joy, Chris Hemsworth e Tom Burke. A trama revela a história de origem da guerreira renegada Furiosa, anteriormente interpretada por Charlize Theron, narrando sua jornada até se unir a Max em Mad Max: Estrada da Fúria (2015). O enredo segue uma jovem Furiosa (Anya Taylor-Joy), sequestrada de seu lar, o Lugar Verde de Muitas Mães, por uma grande horda de motoqueiros liderada pelo senhor da guerra Dementus (Chris Hemsworth). Cruzando Wasteland, eles alcançam a Cidadela, dominada pelo Immortan Joe (Lachy Hulme). Enquanto os dois tiranos disputam o domínio, Furiosa se vê envolvida em uma batalha incessante para retornar ao seu lar. O filme oferece uma visão mais profunda do universo de Mad Max, explorando os motivos e desafios enfrentados por um dos personagens mais marcantes da franquia.

Diretor: George Miller

Duração: 2h 28 min

Título original: Furiosa: A Mad Max Saga

Classificação indicativa: 12 anos

Onde ver: 

  • Campo Grande: Cinemark (Shopping Campo Grande), Cinépolis (Shopping Norte Sul) e UCI (Shopping Bosque dos Ipês)
  • Dourados: Cine Araújo (Shopping Avenida Center)
  • Três Lagoas: Cinépolis (Shopping Três Lagoas)

 

Fúria Primitiva

Fúria Primitiva

Fúria Primitiva é um conto de vingança e redenção que segue a jornada de um jovem anônimo, conhecido apenas como Kid (Dev Patel), que ganha a vida em um brutal clube de luta underground. Noite após noite, sob uma máscara de gorila, Kid é espancado por lutadores mais populares em troca de dinheiro. No entanto, após anos de repressão, sua raiva acumulada explode quando ele encontra uma maneira de se infiltrar na elite sinistra da cidade. Inspirado na lenda hindu de Hanuman, que representa força e coragem, Kid emerge como um símbolo de determinação implacável. À medida que um trauma de sua infância ressurge, suas mãos misteriosamente marcadas tornam-se instrumentos de justiça, desencadeando uma saga explosiva de vingança contra aqueles que tiraram tudo dele. Com uma narrativa intensa e repleta de ação, Fúria Primitiva explora os limites da dor, da redenção e da capacidade de superação. Este filme promete uma montanha-russa emocional, enquanto acompanha Kid em sua busca por justiça e paz interior em meio ao caos da vida urbana.

Diretor: Dev Patel

Duração: 2h 00 min

Título original: Monkey Man

Classificação indicativa: 16 anos

Onde ver: 

  • Campo Grande: Cinemark (Shopping Campo Grande)

 

The Shift - O Deslocamento

The Shift - O deslocamento

The Shift - O Deslocamento, do diretor Brock Heasley, apresenta na obra uma jornada épica e emocionante protagonizada por Kevin Garner (Kristoffer Polaha). Após um encontro com o enigmático Benfeitor (Neal McDonough), Kevin se vê arrastado para uma série de realidades alternativas. Desesperado para reencontrar sua esposa, Molly (Elizabeth Tabish), ele embarca em uma busca desafiadora e perigosa através de mundos distópicos e desconhecidos. Enquanto luta pela sua sobrevivência e tenta decifrar os motivos por trás da intervenção do Benfeitor, Kevin é confrontado com escolhas difíceis e dilemas morais. Cada nova realidade apresenta obstáculos únicos, testando não apenas sua determinação, mas também a sua fé no amor verdadeiro. Com reviravoltas emocionantes e uma narrativa cativante, The Shift - O Deslocamento é uma aventura de tirar o fôlego que explora os limites do que o telespectador está dispostos a enfrentar pelo bem daqueles que se tem amor e apego.

Diretor: Brock Heasley

Duração: 1h 55 min

Título original: The Shift

Classificação indicativa: 10 anos

Onde ver: 

  • Campo Grande: Cinemark (Shopping Campo Grande)

 

Morando com o Crush

Morando com o Crush

Morando com o Crush é uma hilariante comédia romântica dirigida por Hsu Chien Hsin, que narra as atribulações de Luana (Giulia Benite) e Hugo (Vitor Figueiredo), dois colegas de escola que secretamente nutrem uma paixão um pelo outro. No entanto, manter seus sentimentos escondidos torna-se uma tarefa desafiadora quando Antônia (Carina Sacchelli), mãe de Hugo, e Fábio (Marcos Pasquim), pai de Luana, decidem iniciar um relacionamento e morar juntos. A vida amorosa de Antônia e Fábio compartilha uma curiosa semelhança: ambos têm lutado com a sorte no amor desde que a esposa de Fábio faleceu. A partir desse ponto, Luana e Hugo são obrigados a dividir o mesmo teto, enquanto tentam lidar com a presença constante de seus pais e o crescente interesse romântico um pelo outro. Com uma mistura de situações cômicas e momentos de doçura, Morando com o Crush promete arrancar risadas enquanto mostra que o amor pode florescer nos lugares mais inesperados.

Diretor: Hsu Chien Hsin

Duração: 1h 30 min

Classificação indicativa: 10 anos

Onde ver: 

  • Campo Grande: Cinemark (Shopping Campo Grande) e Cinépolis (Shopping Norte Sul)

 

De Repente, Miss!

De Repente, Miss!

Em De Repente, Miss! Mônica (Fabiana Karla) é publicitária, mas abandonou a carreira promissora e o aumento do salário para cuidar de seus dois filhos, Luíza (Giulia Benite) e Leo (Gianlucca Mauad). Beirando seus 40 anos, elas não está nada feliz com as escolhas de sua vida, e se sente triste que sua filha, uma influencer em ascensão, não a vê mais como fonte de inspiração. Para comemorar o aniversário, seu marido, Marcus (João Baldasserini), decide organizar uma viagem em família para o Beach Park Resort, no Nordeste do país. Com sua rotina já organizada, Mônica entra em pânico por ter que quebrar o calendário de seu dia-a-dia, mas acaba dando uma chance para a ideia do marido. Logo na chegada, Mônica conhece Flávia (Danielle Winits), ex-modelo, ex-atriz e atualmente detentora da coroa do concurso de beleza do resort. Luíza e Flávia se ligam instantaneamente, para frustração ainda maior de Mônica. Mais do que nunca, reconquistar a amizade e a admiração da filha será uma missão e para completá-la, Mônica enfrentará o que for preciso… até mesmo disputar o concurso Miss Beach Star.

Diretor: Hsu Chien Hsin

Duração: 1h 33 min

Classificação indicativa: 12 anos

Onde ver: 

  • Campo Grande: Cinépolis (Shopping Norte Sul) e UCI (Shopping Bosque dos Ipês)

Assine o Correio do Estado

MÚSICA

MC Anarandà: videoclipe sobre memórias da floresta e o "cruel desmatamento"

O clipe foi filmado na área de retomada Yvu Verá, localizada ao lado da Aldeia Jaguapiru

22/05/2024 17h45

Memórias familiares e engajamento dão combustão ao novo clipe da MC Anarandà

Memórias familiares e engajamento dão combustão ao novo clipe da MC Anarandà Reprodução

Continue Lendo...

A rapper indígena da etnia guarani-kaiowá MC Anarandà lançará, neste sábado, em Dourados, o videoclipe da música “Che Machu Mandu’ákuemi” realizado com recursos do governo federal, por meio da Lei Paulo Gustavo, do Ministério da Cultura e da Secretaria Municipal de Cultura de Dourados.


O clipe tem direção da cineasta Marineti Pinheiro e foi filmado na área de retomada Yvu Verá, localizada ao lado da Aldeia Jaguapiru, tendo como cenário uma casa de reza guarani, e conta com a participação de rezadeiras tradicionais e jovens indígenas. 

LEMBRANÇAS DA AVÓ


Na letra de “As Lembranças da Minha Avó” ( título em português), uma anciã conta para o neto como eram as florestas antes de o homem desmatar, antes de jogarem veneno e afugentarem os animais.

Cantada em guarani e português, tem ainda nos vocais a participação do filho da cantora, Fradraki Samuel, de 6 anos, que emociona com sua interpretação musical. 


Durante o lançamento, que acontecerá neste sábado, a partir das 19h, no Espaço Cultural Casulo, e terá entrada franca, haverá um show da cantora, acompanhada da multi-instrumentista Kezia Miranda, e ainda sarau com outros artistas indígenas. O endereço é Rua Reinaldo Bianchi, nº 398, Parque Alvorada.

TRAJETÓRIA

Anarandà, que nasceu na Aldeia Guapoy Pandui, em Amambai, mora em Dourados, onde faz faculdade, é cantora, professora de Guarani, digital influencer e usa sua arte para falar do seu lugar, sua ancestralidade e suas origens.


Canta somente músicas autorais e tem levado a mensagem das mulheres guarani-kaiowá para o Brasil, já tendo se apresentado com Nando Reis e Maria Gadú, ao lado da ministra dos Povos Indígenas, Sonia Guajajara, e da deputada federal Célia Xakriabá.


Além disso, tem feitos shows no Estado e fora dele, ecoando sua rima e trazendo consigo a luta de muitas mulheres que silenciam seu sofrimento por medo ou falta de conhecimento. 

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).