Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

VARILUX

Festival de Cinema Francês continua até o dia 19 de junho

Programação tem filmes premiados e animação para crianças
08/06/2019 15:43 - NAIANE MESQUITA


 

O Festival Varilux de Cinema Francês continua com exibições de longas-metragens consagrados até o dia 19 de junho, em Campo Grande.
Consolidado como o maior festival de filmes franceses fora da França, o Varilux apresenta uma programação composta por 17 filmes recentes e clássicos.
As projeções incluem vencedores de prêmios internacionais como o filme “Graças a Deus”, ganhador do Urso de Ouro no Festival de Cinema de Berlim. 

O evento também terá sessões educativas, promovendo o acesso gratuito de crianças e adolescentes de escolas públicas às salas de projeções, facilitando assim o contato com a recente produção audiovisual francesa. Essas sessões devem acontecer nos dias 12 e 18 de junho, com um público estimado de cem estudantes. 
O filme será a nova animação “Asterix e a Poção Mágica”, um clássico juvenil francês, com classificação livre e dublado. A animação estará também dentro da programação do festival, também na versão dublada.

GRATUITO

Para aproximar o público campo-grandense do cinema francês, a Sessão de Democratização do festival neste ano contará com a exibição gratuita do longa-metragem “A Revolução em Paris” – um drama histórico sobre o povo que se rebelou contra a monarquia na França de 1789, ainda sob o reinado de Luís XVI. Essa projeção está prevista para o dia 11 de junho, às 19h, no Sesc Cultura, que fica na Avenida Afonso Pena, 2.270.

No ano passado, o Festival reuniu um público de 172 mil pessoas em 88 municípios de todo o País. Em Campo Grande, o Festival Varilux está em sua quarta edição e é realizado pela Aliança Francesa. 
A programação completa do festival podem ser acessadas pelo site oficial do evento: http://variluxcinefrances.com/2019/.

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!