Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESSÊNCIA POP

Parada Nerd tem de cosplayers à competição de K-pop

Evento reúnde admiradores de diversas culturas em um só lugar
21/10/2019 07:00 - NAIANE MESQUITA


 

Nem todo mundo está disposto a usar uma fantasia, mas é difícil encontrar alguém que não tenha um carinho especial por ao menos um personagem. O sorriso tímido ou a entrega completa pode ocorrer em frente ao Mestre dos Magos, de Caverna do Dragão, ou o Naruto, do mangá japonês, e para qualquer uma das opções, a Parada Nerd é o local perfeito para revisitar as memórias afetivas e preferências culturais.

Na 5ª edição e dessa vez com mais conforto e espaço, o encontro foi realizado no Bosque Expo, do Shopping Bosque dos Ipês, no sábado e domingo, com a participação de seis mil pessoas. No local havia de tudo um pouco, estandes de games, jogos de tabuleiros, a presença de ilustradores, campeonato de K-pop, além da venda de artigos de diversos universos, desde Star Wars até Dragon Ball. 

COSPLAY

Os cosplayers também estavam presentes, como sempre, sendo uma atração à parte do encontro. De Dourados, a estudante Sthefany Santiago, 20 anos, veio à Campo Grande especialmente para o concurso de cosplay, realizado no domingo. “Essa é a minha segunda vez na Parada Nerd. Sábado eu vim com uma fantasia e domingo com outra, que é a da competição”, explica. Vestida de personagens de origem japonesa, Sthefany conta que sempre gostou de se fantasiar.

“Minha mãe me fantasiava quando eu era criança e continuei gostando depois. Eu mesma faço minhas fantasias, costuro e crio as peças”, conta, orgulhosa. 

Dubladores

Parte importante da infância de milhares de crianças, os dubladores são capazes de ativar memórias com apenas uma frase ou entonação de voz. Uma das convidadas nesta edição do Parada Nerd foi a dubladora Ursula Bezerra. Com 40 anos de profissão, ela confessa, em entrevista ao jornal Correio do Estado, que o carinho do público só aumenta com o passar dos anos. 

“O carinho foi crescendo ao longo dos anos. Antigamente esses encontros eram menores, mais raros, então não tinha muita oportunidade de encontrar os fãs. Hoje, é diferente, participo de feiras em todos as regiões, no Norte, Sul, Nordeste do país e as pessoas sabem o que é ser um dublador. O carinho é muito gostoso”, afirma.

Ursula começou a carreira desde cedo, atuando em programas de auditório, entre eles o Bozo, e em comerciais para a televisão. Ao lado dos irmãos recebeu o convite para dublar filmes e se apaixonou pela profissão. “Naquela época não havia crianças que dublavam, os atores precisavam fazer as vozes infantis, então nos convidaram”, explica. Reconhecida pelos admiradores da cultura pop, principalmente, por dar voz ao Goku criança e ao Naruto, Ursula, na verdade, acumula diversos personagens no seu currículo, entre eles, o Pequeno Urso e o Doki, além de também ser responsável pela direção de dublagem de obras como The O.A da Netflix e Dr. House. 

Apesar da lista extensa, ela garante que não tem um personagem favorito. “Eu gosto de todos, sou ciumenta”, admite, para complementar. “O que acho interessante é que não existe um personagem que chama mais atenção que o outro, depende muito da geração. Tem jovens que gostam do meu trabalho pelo Naruto, enquanto outra geração me conhece pelo Goku”, explica.Além de Ursula participaram Guilherme Briggs e youtuber Maurício Cid, do Não Salvo. 

K-pop

Febre em todo o mundo, o K-pop também foi representado na Parada Nerd, com uma competição acirrada entre os talentos, divididos em duplas ou grupos.

Entre os concorrentes estavam os amigos Natália Kanashiro Myasato e Gabriel Toshio Higa, de 15 e 16 anos. Integrantes de um grupo de dança K-pop, eles decidiram arriscar alguns passos no palco. “Eu comecei a gostar de K-pop no começo desse ano. Para a apresentação, nós só dublamos as vozes, enquanto dançamos”, explica Natália. Apesar do nervosismo, os dois capricharam nas roupas, no estilo coreano, com cores claras em tom de rosa e branco. 

Felpuda


A parceria que até então era cantada em prosa e verso, com direito à divulgação de fotos em momentos de muita alegria, dá sinais de que realmente está se esgotando. O tal parceiro quase não mais aparece nos meios de divulgação, e até criticas, digamos, “meio de leve” vêm sendo feitas. Dizem que está o “maior climão”.Mas pelo sim, pelo não, resta esperar para ver onde é que essa parceria chegará. Sei não...