Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

REDUÇÃO

Valor bruto da produção agropecuária de MS apresenta queda em 2019

No País, soma da produção da agricultura e pecuária teve faturamento recorde
15/01/2020 19:00 - SÚZAN BENITES


Mato Grosso do Sul fechou 2019 com redução no Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) , conforme divulgado nesta quarta-feira (15) pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa). O valor que soma a produção da agricultura e pecuária terminou o ano em R$ 34,412 bilhões para o Estado, redução de 0,14% em relação ao total de 2018 (R$ 34,463 bilhões).

O Estado foi o 7º no ranking entre os estados com maior participação no VBP do Brasil, sendo responsável por 5,5% do total. A região Centro-Oeste do País foi responsável por 31% do total do Brasil, sendo a líder entre as regiões com R$ 187,690 bilhões. Entre os estados, Mato Grosso liderou com a maior contribuição 16,13% do total (R$ 101,785 bilhões).

No País, o VBP encerrou 2019 com R$ 630,9 bilhões, 2,6% acima do obtido no ano anterior. O valor é recorde para a série histórica, iniciada em 1989, superando o VBP de 2017 (R$ 627,1 bilhões). No ano passado, as lavouras geraram um valor de R$ 411,1 bilhões e a pecuária, R$ 219,8 bilhões.

Conforme a  nota técnica do Departamento de Financiamento e Informação, da Secretaria de Política Agrícola do Mapa, o ano foi marcado pelo “crescimento extraordinário do faturamento do milho e o desempenho também excepcional da pecuária, com crescimento real de 9%. As lavouras sofreram redução de 0,5%”.

Os produtos que mais se destacaram foram: algodão, milho, amendoim, banana, batata-inglesa, feijão, mamona e tomate. “Esses lideraram o crescimento, e juntamente com a pecuária, foram responsáveis pela elevada geração de renda na agricultura”, diz a nota.

Felpuda


Depois de se “leiloar” durante meses, e afirmando que estava até escolhendo o município para se candidatar a prefeito, ex-cabeça coroada não só não recebeu acenos amistosos, como também não encontrou portas abertas com tapete vermelho a esperá-lo. 

Assim, deverá pendurar as chuteiras e fazer como cardume em seu pesqueiro: nada, nada...