Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SISU

Inscrições do Sisu serão de 21 a 24 de janeiro

Inscrições do Sisu serão de 21 a 24 de janeiro
08/12/2019 20:05 - AGÊNCIA BRASIL


 

Inscrições do Sisu, para o primeiro semestre de 2020, vão ser de 21 a 24 de janeiro.

Por meio do sistema, instituições selecionam estudantes para a educação superior pública. Para concorrer, é preciso ter feito o Enem 2019 e obtido nota acima de zero na redação.

As inscrições devem ser feitas pela internet, na página do Sisu, gratuitamente. O candidato deve escolher até duas opções de cursos ofertados pelas instituições participantes.

Ao final, o sistema seleciona os mais bem classificados em cada curso, de acordo com as notas no Enem.

Caso o desempenho do candidato permita o ingresso nos dois cursos, prevalecerá a primeira opção, com apenas uma chamada para matrícula.

Cronograma

21/01 a 24/01

Período de inscrições

28/01

Resultado da chamada regular

29/01 a 04/02

Prazo para participar da Lista de Espera

07/02 a 30/04

Convocação dos candidatos em lista de espera pelas instituições a partir desta data

O que é o Sisu

O Sisu é o sistema informatizado do Ministério da Educação por meio do qual instituições públicas de ensino superior oferecem vagas a candidatos participantes do Enem.

Quem pode se inscrever no Sisu 1º/2020?

Podem se inscrever no Sisu os candidatos que fizeram o Enem de 2019, tenham obtido na redação nota que não seja zero e não estejam na situação descrita no item 3 do Edital do Enem 2019. É importante ressaltar que algumas instituições adotam notas mínimas e/ou médias mínimas para inscrição em determinados cursos. Nesse caso, no momento da inscrição, se a nota do candidato não for suficiente para concorrer àquele curso, o sistema emitirá mensagem com esta informação.

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!