Clique aqui e veja as últimas notícias!

CONTRA A PANDEMIA

Mais 32 mil doses de vacina contra Covid-19 chegam a Mato Grosso do Sul até amanhã

Azambuja disse que Estado tem reserva para comprar qualquer vacina aprovada e que esteja fora do PNI
05/02/2021 10:01 - Brenda Machado, Rafaela Moreira


Mato Grosso do Sul irá receber mais 32 mil doses de vacina contra a Covid-19 até o final deste sábado (06). O anúncio foi feito durante uma coletiva, na manhã desta sexta-feira (05), que contou com apresenção do governador do Estado, Reinaldo Azambuja.

O 4º lote recebido pelo Estado será de imunizantes produzidos em solo nacional, lembrando que a CoronaVac é uma parceria entre a farmacêutica chinesa Sinovac e o Instituto Butantan no Brasil.

Últimas Notícias

A secretaria estadual de Saúde (SES) informou que o lote chegará em 760 caixas, mas ainda não sabe qual será a prioridade das aplicações.

Uma opção é que as doses continuem servindo aos profissionais da área da Saúde que atuam da linha de frente contra a pandemia, indígenas aldeados e idosos acima de 80, ou também que sirva para ampliar os grupos atendidos.

Se mantendo na pauta das vacinas, Azambuja disse que, assim que possível, o Estado está pronto para adquirir qualquer imunizante contra o novo Coronavírus.

"O Estado está aberto a comprar qualquer vacina que tenha os registros pelos organismos nacionais ou pela Anvisa".

De acordo com o governador, há uma reserva de R$ 100 milhões disponíveis para a aquisição dos imunizantes, porém ainda não existe a possibilidade de compra, já que as doses liberadas para uso emergencial estão inclusas apenas no Plano Nacional de Imunização (PNI).

Ou seja, o Ministério da Saúde é o responsável direto pela aquisição e distribuição dos lotes pelos estados do país.

"Se alguém souber de algum laboratório que queira vender vacina fora do plano, nós somos um grande cliente!", destacou o Governador dizendo que tem pressa em imunizar a população sul-mato-grossense.

Histórico

Mato Grosso do Sul recebeu o primeiro lote de vacina no dia 18 de janeiro, foram recebidas 158,7 mil doses da CoronaVac.

A segunda remessa chegou em 24 de janeiro, com 22 mil doses da vacina AstraZeneca/Oxford.

E o recebimento mais recente desembarcou no dia seguinte, 25 de janeiro, com 10,2 mil doses da CoronaVac, desta vez os imunizantes eram do quantitativo produzido no Brasil.