Clique aqui e veja as últimas notícias!

BOLETIM

Em dezembro a Covid-19 levou 552 pessoas a óbitos, o mês foi o mais letal

Os jovens representam a maior taxa de infectados, mas o idosos são os que mais morrem pela doença
01/01/2021 13:41 - Beatriz Magalhães


Dezembro de 2020 foi o ano mais letal da Covid-19. Segundo o boletim epidemiológico da Covid, divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES), nesta sexta-feira (8), no último mês do ano passado foram registrados 552 óbitos pela Covid-19, um aumento de 13% se comparado ao mês de agosto, quando 488 pessoas morreram vítimas da doença.

Últimas Notícias

A SES coleta os dados para o boletim até às 19h do dia anterior, sendo assim, o número de óbitos, registrados no mês anterior, seja maior que o divulgado hoje. 

De acordo com o boletim, nas últimas 24 horas, foram registrados 989 novos casos da doença e 18 óbitos por Covid-19.

Em todo o estado, são 134.750 casos confirmados, destes 117.816 se recuperaram da doença, 2.347 morreram e outros 13.935 estão isolados. No Estado, 358 pessoas estão internadas em leitos clínicos e outros 294 pacientes estão sendo tratados na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). 

Campo Grande representa 45,3% dos casos confirmados da doença, seguido por Dourados, Corumbá e Três Lagoas. 

Nas últimas 24 horas, a Capital registrou 288 novos casos e Dourados 247.

PERFIL          

 A faixa etária que mais se contamina com a doença é de 30 a 39 anos, representando 24,3% dos infectados; em seguida estão os jovens de 20 a 29 anos, que representam 20,2% dos infectados. 

Já os idosos com mais de 60 anos representam 12% dos infectados, mas são os que mais morrem. As estatísticas apontam que 25,6% dos óbitos registrados são de idosos com mais de 80 anos. Os de 60 a 69 e 70 a 79 anos de idade, representam 23,9 e 25,5% dos óbitos respectivamente. 

 A taxa de letalidade entre aqueles que mais se infectam, que estão na faixa etária de 30 a 39 anos, é de 0,2%. Enquanto que os idosos, apresentam uma taxa de 26,4%

Assine Correio do Estado