Clique aqui e veja as últimas notícias!

FISCALIZAÇÃO

Toque de recolher tem 95 estabelecimentos fiscalizados em Campo Grande

Todas as sete regiões da Capital foram fiscalizadas no dia 27 de dezembro
28/12/2020 12:02 - Beatriz Magalhães


Em ação conjunta entre a Guarda Civil Metropolitana, Agetran, Vigilância Sanitária, Semadur, e Polícia Militar, foram realizadas no dia 27 de dezembro, fiscalizações aos comércios e ações de toque de recolher. 

Durante este ano as medidas de distanciamento social foram e ainda são fundamentais para controlar as infecções da Covid-19 e por conta dessa doença, as comemorações do fim de ano estão diferentes. 

Últimas Notícias

A Guarda Civil Metropolitana e as demais secretarias municipais e órgãos estaduais, fiscalizaram as sete regiões de Campo Grande: Anhanduizinho, Bandeira, Centro, Imbirussu, Lagoa, Prosa e Segredo.   

De acordo com a GCM, durante a operação foram disponibilizados 10 guardas civis metropolitanas; três viaturas quatro rodas GCM; dois auditores de fiscalização da SEMADUR; dois Auditores Fiscais da Vigilância Sanitária; um fiscal da Agetran; quatro policiais militares; uma viatura de quatro rodas da Agetran; um veículo quatro rodas da Semadur e dois veículos quatro rodas da Polícia Militar. 

FISCALIZAÇÃO

Dois shoppings foram fiscalizados em Campo Grande, Norte Sul e Pátio Central;

95 Estabelecimentos fiscalizados; uma festa encerrada; duas notificações e três pessoas foram encaminhadas para a delegacia. A guarda municipal atendeu ainda três denúncias e orientou outras 10 pessoas. 

DENÚNCIAS 

De acordo com a Guarda Civil Municipal, 83 ligações foram atendidas pela equipe do 153. Foram 33 denúncias de descumprimento do decreto decreta, um boletim de quarentena e outros três boletins diversos. 

A operação toque de recolher teve início às 22 horas do dia 27 de dezembro, nas sete regiões com o apoio de equipes das Gerências e Divisões e foi finalizada às 05 horas de hoje, conforme o Decreto. 

 OPERAÇÃO LEI SECA

Na operação lei seca, foram realizadas 300 abordagens, 80 testes do bafômetro e 19 notificações, entre elas pelo motivo de condução sem CNH e condutor sem cinto de segurança.