Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

AQUIDAUANA

A caminho de universidade, acadêmica colide em vaca na MS-450

Moradores da região, disseram que a circulação dos animais na região é comum, inclusive no período da manhã
14/08/2015 11:56 - Danielle Valentim


 

Uma acadêmica de 36 anos, colidiu contra uma vaca na MS-450, na manhã desta quinta-feira (13), quando estava a caminho da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul – Campus Aquidauana. A rodovia também dá acesso aos distritos de Camisão, Piraputanga e Palmeiras e segundo informações de moradores, a invasão de animais na pista é comum.

Ao site O Pantaneiro, a estudante que conduzia um Uno, contou que estava indo para a Faculdade, quando os animais invadiram a via. “Eu estava em uma velocidade baixa, porque de longe percebi que elas estavam para fora da cerca, fui diminuindo, mas elas entraram na minha frente, não consegui evitar a batida”, contou assustada.
 
Luzia disse ainda que estavam mais três acadêmicos com ela no carro. “Imagina se eu estivesse correndo, seria uma tragédia”, pontuou. Logo após o incidente, outro acadêmico em uma moto, por pouco não colidiu com os animais. Segundo testemunhas que estavam no local, os animais pertencem a um empresário de Campo Grande.

A acadêmica entrou em contato com o proprietário dos animais, que afirmou assumir o prejuízo.

Moradores da região, disseram que a circulação dos animais na região é comum, inclusive no período da manhã. Eles pontuam que os proprietários das chácaras e fazendas não dão a devida atenção ao tipo de cercamento utilizado, sendo assim, as cercas ficam frágeis e os animais saem com facilidade para a rodovia.
 
De acordo com o Coronel Evaldo Mazuy, comandante do Policiamento de Área III, da Polícia Militar de MS, afirmou que a PM é acionada para ir à rodovia em casos de ocorrências, que o 7° BPM é restrito a área urbana de Aquidauana e os distritos de camisão e Piraputanga e que a rodovia MS-450 está sob jurisdição da Polícia Militar Rodoviária Estadual, a qual é responsável pelas autuações. 

Felpuda


Mesmo sabendo que não é fácil conquistar a vitória, alguns políticos em pleno exercício do mandato disputam eleições, querendo trocar o Legislativo pelo Executivo e se dizendo preocupados com as necessidades do município. 

A jogada é antiga: fazem campanha eleitoral antecipada, pois vão tentar a reeleição, e começam a “trabalhar” o nome desde já. É bom lembrar o dito popular: “De boas intenções o inferno está cheio”. Ah, o poder!