Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPO GRANDE

Abril já superou média de chuvas, mas maio deve ter estiagem e frio de 10Cº

Tradicionalmente, mês já tem diminuição das chuvas, mas superou média na Capital
26/04/2020 17:23 - Glaucea Vaccari


 

O mês de abril é marcado pelo tempo seco, típico de outono, e poucas chuvas. Apesar disso, até a última sexta-feira (14), Campo Grande já registrou volume de chuva acima da média prevista para o mês.  

De acordo com meteorologistas, em 24 dias o acumulado de chuva na Capital é de 90,2 mm, superando em 1% a média, que é de 89 mm. Abril é um mês onde já há diminuição de precipitações naturalmente, sendo a média baixa.  

Em Campo Grande, chuva mais forte ocorreu entre a noite do dia 6 e madrugada de 7 de abril, com grande acumulado, acompanhado de rajadas de vento que causaram quedas de árvores.

No interior do Estado, temporal atingiu municípios da região sul nos dias 13 e 14 de abril, com chuva de granizo, que causou estragos em lavouras. 

Nos municípios de Ponta Porã, Aral Moreira e Amambai o temporal chegou com mais intensidade, mas Dourados também foi atingida. 

Para este domingo, previsão é de pancadas de chuva rápidas, isoladas e de fraca intensidade durante a noite. Já para o resto do mês, previsão indica tempo seco, sol entre poucas nuvens e temperaturas elevadas.  

O frio não deve aumentar os níveis de umidade e o tempo será predominantemente seco.  

Conforme o Inmet, índices de umidade relativa do ar permanecem baixos, especialmente durante a tarde, quando ficam na casa dos 20%, considerado estado de alerta e prejudicial à saúde. 

Orientação é ingerir muito líquido, redobrar atenção com idosos e crianças, umidificar ambientes e evitar aglomerações.  

Em maio, que começa na sexta-feira, previsão é de uma estiagem generalizada, com pouca chuva em todas as regiões de Mato Grosso do Sul.  

Em Campo Grande, pancadas de chuva devem se reduzir, com períodos de estiagem de mais de 25 dias entre maio e junho.

Além da falta de chuva, prognóstico indica que chegada de massas de ar polares podem derrubar as temperaturas para abaixo de 10°C, com possibilidade de geadas em alguns municípios. 

 

 

Felpuda


Candidato a prefeito de cidade do interior foi buscar “inspiração” para elaborar seu programa de governo.

Assim, não se fez de rogado em beber da fonte de prefeito que tenta a reeleição em município da Bahia.

O dito-cujo cá dessas bandas copiou as propostas e vinha as apresentando como sendo de sua autoria.

A população já descobriu o plágio e ainda aguarda uma explicação.

Se não houver, as urnas certamente a darão.