Clique aqui e veja as últimas notícias!

GENEROSIDADE

Ação solidária ajuda crianças e adolescentes assistidos pela Fundação Barbosa Rodrigues

Projeto é promovido pela rede de supermercados Comper e Fort Atacadista
15/01/2021 16:50 - Brenda Machado


Projeto da Fundação Barbosa Rodrigues que assiste crianças e adolescentes conseguiu apoio financeiro da ação Troco Solidário, promovida pelo Grupo Pereira - representante da rede de supermercados Comper e Fort Atacadista.

Últimas Notícias

Além da Fundação, a Organização da Sociedade Civil (OSC, como são chamadas as ONGs) Instituto SOS Pantanal também foi ajudado pela ação.

O valor destinado a cada um das entidades, pela campanha, foi o mesmo e totalizou R$ 87.817,60 mil.

A voluntária responsável por coordenar os projetos culturais da Fundação, Maria Verônica, este presente na entrega do cheque e falou do empasse que a pandemia da Covid-19 trouxe a assistência prestada.

A Funda Barbosa Rodrigues oferece atividades de musicalização para crianças e adolescentes e, em 2019, conseguiu envolver 170 jovens no projeto.

Segundo Maria Verônica, agora a expectativa é retomar o que não pôde acontecer durante a crise do vírus.

"Assim que a pandemia estiver estabilizada por conta da vacina, nosso plano é que as aulas retornem, afinal, esse projeto abre inúmeros horizontes para crianças e adolescentes de baixa renda e risco social. Desde 2005, quando iniciamos o projeto da Orquestra Jovem da Fundação Barbosa Rodrigues, o Comper é nosso parceiro”, enfatiza.

Atualmente, os instrutores musicais são ex-alunos do projeto, coordenados pelo maestro Eduardo Martinelli, que é o regente titular da Orquestra Sinfônica Municipal de Campo Grande.

Já em relação ao Instituto SOS Pantanal, a ajuda será revertida em incrementos para o enfrentamento dos danos causados pelas queimadas no Pantanal, em 2020.

Ano passado, o fogo incinerou mais de 3 milhões de hectares do bioma. Segundo balanço do governo do Estado, só em Mato Grosso do Sul foram 1,408 milhão de hectares perdidos.

Além disso, no Mato Grosso, as chamas consumiram outros 2,053 milhões de hectares.