Clique aqui e veja as últimas notícias!

TRAGÉDIA

Aeronave com delegação do Palmas cai no Tocantins e deixa seis mortos

Um avião de pequeno porte que levava parte da equipe do Palmas Futebol Clube para Goiânia caiu logo após a decolagem
24/01/2021 13:02 - Estadão Conteúdo


O futebol brasileiro mais uma vez acorda de luto. Um avião de pequeno porte que levava parte da equipe do Palmas Futebol Clube para Goiânia caiu logo após a decolagem, em Porto Nacional, em Tocantins, deixando os seis ocupantes mortos.

Além do piloto, Wagner, a aeronave transportava o presidente do clube, Lucas Meira, e os jogadores Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari.

"O Palmas Futebol e Regatas vem por meio desta informar que por volta das 8h15 da manhã deste domingo, 24, ocorreu um acidente aéreo envolvendo o presidente do clube Lucas Meira, quando decolava para Goiânia, para a partida entre Vila Nova x Palmas nesta segunda, 25, válida pela Copa Verde. O avião em que Lucas estava junto com o comandante Wagner e os atletas Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, decolou e caiu no final da pista da Associação Tocantinense de Aviação. Lamentamos informar que não há sobreviventes", divulgou o clube.

Últimas notícias

O jogo seria válido pela Copa Verde e o Vila Nova promete fazer o possível para que a partida ocorra em outra data. O clube goiano também divulgou nota consternado com o acidente e se solidarizando com o Palmas e os familiares das vítimas.

"Neste momento de dor e consternação, o clube pede orações pelos familiares aos quais prestará os devidos apoios, e ressalta que no momento oportuno voltará a se pronunciar", encerrou a nota o Palmas.

Imagens registradas no distrito de Luzimangues, em Porto Nacional, onde ocorreu o acidente, mostram que a aeronave ficou totalmente destruída. Ainda não há informações sobre o que ocasionou o acidente.

Clubes de todo o Brasil mostraram solidariedade com a equipe de Tocantins.

Clubes prestam solidariedade

A queda da aeronave reviveu à Chapecoense o acidente de 2016. Na ocasião, 71 integrantes da delegação morreram em acidente semelhante, na Colômbia. Abalado, o clube catarinense fez questão de prestar solidariedade ao time do Centro-Oeste.

"É com profunda tristeza que recebemos a notícia da queda do avião que levava atletas e o presidente do do @PalmasFutebol. Infelizmente, sabemos como é este momento de dor insuperável por perdas irreparáveis e gostaríamos que nenhuma outra agremiação tivesse que sentir o mesmo", lamentou a Chapecoense.

"Diante do ocorrido, no entanto, externamos o nosso sentimento de força e a nossa total solidariedade aos familiares, amigos, colegas de clube e torcedores. Vocês não passarão por isso sozinhos."

A notícia do acidente que vitimou o presidente do Palmas, Lucas Meira, os jogadores Lucas Praxedes, Guilherme Noé, Ranule e Marcus Molinari, além do piloto Wagner, deixou o mundo do futebol em luto. E proporcionou uma onda de solidariedade pelos quatro cantos do País.

Assine o Correio do Estado