Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SWAB

Agendamento para drive thru de testes da Covid-19 começa amanhã

Pacientes deverão atender a certos critérios e cumprir regras para conseguir fazer o exame
09/04/2020 11:38 - Ricardo Campos Jr


 

Agendamentos para os exames de Covid-19 no drive thru da Secretaria de Saúde podem ser feitos a partir desta sexta-feira (10). A coleta será no Quartel Central do Corpo de Bombeiros na próxima semana, mas o Governo alerta que os pacientes precisam cumprir certas regras e critérios.

Durante a transmissão ao vivo para divulgação do boletim epidemiológico, o secretário de Saúde, Geraldo Resende, explicou que o teste só funciona em quem está com sintomas há no máximo sete dias. A partir do oitavo, o resultado já não será conclusivo.

Se estiver dentro do prazo, o cidadão deverá ligar para o disque-Covid (67 3311 6262). Ele será atendido por um médico que fará uma triagem inicial. Essa análise clínica já poderá descartar o coronavírus como causa do problema.

Caso o profissional entenda que está diante de um caso suspeito, o paciente receberá uma senha para acessar um sistema e preencher alguns formulários. 

A pessoa receberá uma data e horário para ir de carro até o Quartel, que fica na Rua 14 de Julho, e fazer a coleta.

O exame é conhecido como swab. São dois cotonetes colocados dentro de cada narina para retirar material. É obrigatório chegar ao local com os vidros fechados e só abrir quando for solicitado. O resultado sai em até 48 horas e chega por mensagem de celular.

Mato Grosso do Sul recebeu cinco mil kits para o exame e aguardam mais cinco mil. Atualmente a rede de saúde não tem como fazer a coleta de todos os casos suspeitos por falta de swabs.

 

Felpuda


Pré-candidato a prefeito de Campo Grande divulgou vídeo em que político conhecido Brasil afora anuncia apoio às suas pretensões. O problema é que o tal líder já andou sendo denunciado por mal feitos em sua trajetória, sem contar que o pai do dito-cujo teve de renunciar ao cargo de ministro por ter ligações nebulosas com empresa de agrotóxico. Depois do advento da internet, essa coisa de o povo ter memória curta hoje não passa de coisa “da era pré-histórica”.