Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORONAVÍRUS

Agosto já passa metade dos números de casos notificados em julho no Estado

Mato Grosso do Sul chega a 35.434 casos e 591 mortes causadas pela doença
14/08/2020 13:03 - Gabrielle Tavares


Só se passaram 14 dias de agosto, mas o mês já possui mais da metade dos casos notificados em julho, que teve a maior incidência até então.  

Os dados foram apresentados pelo secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende. “Não estamos nem na metade do mês, mas já temos mais da metade dos casos que tivemos em julho. A média móvel está muito grande”, apontou.  

Foram novos 875 contaminados e 21 óbitos nas últimas 24h em Mato Grosso do Sul. Na Capital, foram 384 casos, 11 mortes.

Dos 35.434 casos no Estado, 5.702 estão em isolamento social; 28.597 estão recuperados; e 544 estão internados. Destes, 310 em leitos clínicos (196 públicos e 114 privados) e 239 em leitos de UTI (166 públicos e 73 privados).  

São 2.830 mortes em análise no Lacen-MS, e 4.202 casos sem encerramento pelos municípios. “Quero fazer um apelo para os municípios fazerem o encerramento dos casos, sempre peço isso mas gostaria de pedir novamente”, declarou Resende.

Leitos

A macrorregião de Campo Grande estão com 84% dos leitos ocupados, mais da metade são pessoas confirmados e suspeitas com a doença. A macrorregião de Dourados possui 51% de ocupação global, somente 23% não estão contaminados com o coronavírus.

Nesta sexta-feira será entregue cinco novos leitos em Naviraí, município vai passar a contar com dez leitos no total.

“Quando melhoramos os leitos em Naviraí, melhoramos a situação também de Dourados, que é a macrorregião onde a cidade se insere”, explicou Resende.

Segundo o secretário, os leitos que estão em Jardim serão ativados, “isso vai facilitar bastante as coisas aqui na Capital”, concluiu.  

Óbitos

Com os novos registros nas últimas 24 horas, Mato Grosso do Sul passou a ter 591 mortes causadas pela Covid-19.

Em Campo Grande foram 6 homens e 3 mulheres, com idades entre 38 e 87 anos. Somente um homem de 79 anos não apresentava comorbidades.

Em Aquidauana foram 4 óbitos, todos do sexo masculino com idades entre 53 e 80 anos, dois deles sem comorbidades.

Em Corumbá, um homem, de 68 anos, e uma mulher, de 69; em Ponta Porã, um homem de 62 anos; em Coxim, uma mulher de 76 anos.

Em Anastácio, a vítima foi uma mulher de 51 anos; em Ladário, um homem de 57 anos; em Dourados, uma mulher de 78 anos.

 
 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!