Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DECRETO

Águas Guariroba está proibida de cortar serviços por 60 dias

Após o período, contas ainda poderão ser parceladas
18/03/2020 11:36 - Izabela Jornada


Prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (PSD), em sua primeira coletiva de imprensa via internet, anunciou que está proibindo o corte de água por 60 dias, a proibição foi divbulgada em decreto municipal publicado nesta quarta-feira (18) com o objetivo de prevenir o coronavírus.

Na ocasião, o prefeito lembrou que o decreto proíbe o corte dos serviços pela empresa Águas Guariroba e que as dívidas poderão ser parceladas em 36 vezes, sem juros.

O prefeito disse ainda que Campo Grande será exemplo nacional por ter sido uma das primeiras capitais a emitir decretos. “A Disney acabou com a sua magia, Paris, a torre Eifel não tem mais namorados, praias do Rio (de Janeiro) estão desertas”, declarou.

PRECAUÇÕES  

O prefeito aproveitou para lembrar das ações que outros países estão fazendo ao utilizarem as sacadas de seus apartamentos para se socializarem. “Se sabe tocar música, se alegre com seus vizinhos”.

Sobre o grupo de risco, Marcos Trad orientou que as pessoas que não fazem parte possam ajudar os que correm risco de morrer, nas compras e nas atividades que precisam ser feitas fora de casa. “Vamos ajudar uns aos outros”.

DECRETOS

Dois decretos foram publicados pelo prefeito Marcos Trad. O primeiro diz respeito a proibição de eventos públicos com mais de 100 pessoas e a suspensão das aulas na Rede Municipal de Ensino, a partir de hoje. As férias e as licenças premium dos servidores da área de saúde foram suspensas.

E no decreto de hoje, a empresa responsável pela distribuição de água está proibida de cortar os serviços por 60 dias.  

 

Felpuda


Pré-candidatos que em outras eras cumpriram mandato e hoje sonham em voltar a ter uma cadeira para chamar de sua estão se esmerando em apresentar suas folhas de trabalho. O esforço é grande para mostrar os serviços prestados, mas estão se esquecendo que a cidade cresceu, os problemas aumentaram e aquilo que já foi tido como grande benefício hoje não passa da mais simples obrigação diante do progresso e das novas exigências legais. Assim sendo....