Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

SHOW DE EMPATIA

Alunos de escola privada de Campo Grande fazem campanha de homenagens aos combatentes das queimadas no Pantanal

Bombeiros e brigadistas se emocionaram ao ler as cartinhas escritas pelos alunos, que tem entre 7 e 8 anos de idade
11/10/2020 15:23 - Brenda Machado


A solidariedade e empatia de onde não se esperava. Alunos do 2º e 3º anos da Funlec-Colégio Oswaldo Tognini se uniram numa campanha para homenagear os bombeiros e brigadistas que estão trabalhando no combate às queimadas do Pantanal.

Para conseguir demonstrar a gratidão por quem cuida da natureza, as crianças, que têm entre 7 e 8 anos, rascunharam cartinhas e desenhos super coloridos.

A professora de Arte, responsável pelo projeto, Sueli Paroni, disse que as crianças ficaram curiosas para entender qual a função dos brigadistas após verem uma ação solidária criada pelo colégio.

"Para o imaginário infantil, os brigadistas são como os super-heróis, necessitam de coragem e força para salvarem a natureza. A partir disto, resolvi que era a melhor representação para homenagear esses homens e mulheres que se arriscam nesses ambientes inóspitos de queimadas.", completou ela.

 
 

E o olhar sensível dos pequenos realmente mexeu com os combatentes. O Airton Sebastião, chefe de esquadrão da Brigada Limão Verde, de Aquidauana, se emocionou ao agradecer pelas mensagens verdadeiras que vieram das crianças.

"Nosso trabalho é árduo mesmo, mas não vai faltar empenho e dedicação, e isso aqui é o que nos motiva.", destacou o brigadista.

Teve também quem não conseguiu disfarçar. O representante da Brigada Pantanal, Roberval Patrocínio, chorou ao falar da importância que esse carinho tem para as equipes.

"Não vai faltar empenho para proteger o meio ambiente que, na verdade, pertence a vocês!", finalizou.

 
Agradecimento da equipe da Brigada Pantanal - Divulgação / Ibama Prevfogo
 

Como a Funlec segue o cronograma de aulas remotas, nem todos os pais de alunos conseguiram levar as mensagens até escola. Por isso, as pinturas estão sendo entregues aos poucos. 

Neste domingo (11), a professora Sueli levou a primeira remessa até Corumbá, foram 15 cartinhas, mas, segundo ela, ainda faltam mais de 60.

"A comoção que causou a entrega das cartas hoje de manhã atingiu a todos os que presenciaram a ação. Chorei muito. Foi grande a emoção.", disse a educadora.

E além dos desenhos, a campanha das crianças também envolveu uma performance artística. O objetivo é fazer com que elas entendam o tamanho e a importância do bioma para o mundo.

 
 

Felpuda


A futura composição  dos 29 vereadores  em Campo Grande poderá ser diferente  da que foi oficializada, segundo o que  se tem ouvido,  com certa frequência, nas rodinhas de conversas dos meios políticos.  

Nova distribuição  das cadeiras poderá ocorrer e, assim, quem está prestes a entrar com pompa e circunstância poderá nem passar pela porta de entrada  e tomar posse de cadeira  para chamar de sua.  

O caldeirão está fervendo.