Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

OZÔNIO

Anvisa alerta e túneis de desinfecção da Covid-19 nos terminais são desligados

Ozônio usado nos esguichos pode fazer mal à saúde
18/05/2020 09:40 - Gabrielle Tavares, Ricardo Campos Jr


 

Sem o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), os túneis de desinfecção contra Covid-19 instalados em cinco terminais de Campo Grande não estão funcionando. O órgão federal baixou nota técnica alertando que o ozônio, uma das substâncias borrifadas nos passageiros, pode fazer mal à saúde. Com isso, quem usa o transporte coletivo fica sem opção para higienização, já que em muitos casos, as unidades de transbordo não têm sequer água e sabão para lavar as mãos.

“Vamos segurar agora. Se apresentar algum risco que seja, vamos retirar e usar o produto nos profissionais da saúde, que usam roupas especiais que os protegem dos efeitos negativos”, disse o secretário municipal de Governo, Antônio Cézar Lacerda Alves.

A equipe do Correio do Estado visitou a “passarela anti-coronavírus” do Terminal Morenão na manhã desta segunda-feira (18). Ela foi colocada em apenas uma das entradas da unidade de transbordo. A maioria dos passageiros chega ao local já nos coletivos e não acessa os esguichos.

 
 

Quem chega a pé evita passar dentro do túnel com medo de ficar molhado. “Os usuários dão a volta”, observou um dos funcionários que trabalham dentro do terminal, e não quis se identificar.

Para o autônomo Luciano de Melo, 43 anos, “o problema é que a estrutura está lá fora. A maioria chega dentro de um ônibus, desce e já pega outro sem passar por lá”.

O aposentado Leônidas Mariano, 71 anos, concorda com a medida desde que seja provado que não traz risco aos passageiros. “Se matar o vírus é bom. Se funcionar e comprovarem que não faz mal acho válido, podiam até colocar em mais locais”.

PROBLEMAS

A Anvisa informa que a exposição leve a moderada ao ozônio “produz sintomas do trato respiratório o superior e irritação ocular (por exemplo, lacrimação, queimação dos olhos e garganta, tosse, dor de cabeça, dor subesternal, irritação brônquica, gosto e cheiro acre).

“Eu passei, teve momentos que borrifaram nos meus olhos e não tive nada”, disse Lacerda ao Correio do Estado.

 
 

A estrutura foi ligada vários dias da semana passada. “Nós ativávamos quando começava a rodar o primeiro coletivo e desligávamos depois que o último ia embora. Hoje mandaram não ligar, não sei por que”, disse o funcionário do terminal.

O secretário de Governo acrescentou que a Vigilância Sanitária do município e a Secretaria Municipal de Saúde irão fiscalizar a estrutura e só depois que ambos os órgãos aprovarem, o túnel voltará a funcionar.

Vale lembrar que nos terminais os banheiros estão depredados pela ação de vândalos, de modo que os usuários não têm sequer acesso à água e sabão para lavar as mãos entre uma viagem e outra.

O Correio do Estado falou com especialistas a respeito. Nenhum quis dar entrevista por desconhecer estudos que falam da eficácia do ozônio na desinfecção contra o coronavírus, mas disseram que comparar esta medida com a higienização das mãos, já consagrada na literatura, não é viável, porque no combate à Covid-19 quanto mais recursos que funcionem na eliminação do agente, melhores os resultados.

 

Felpuda


Pré-candidato a prefeito de Campo Grande divulgou vídeo em que político conhecido Brasil afora anuncia apoio às suas pretensões. O problema é que o tal líder já andou sendo denunciado por mal feitos em sua trajetória, sem contar que o pai do dito-cujo teve de renunciar ao cargo de ministro por ter ligações nebulosas com empresa de agrotóxico. Depois do advento da internet, essa coisa de o povo ter memória curta hoje não passa de coisa “da era pré-histórica”.