Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SALA DE DESOSSA

Ao menos 20 pessoas são socorridas em frigorífico após vazamento de amônia

Tubulação rompeu e trabalhadores inalaram gás tóxico
08/02/2017 14:37 - VALQUIRIA ORIQUI


 

Cerca de 20 pessoas foram socorridas após passarem mal com vazamento de amônia ocorrido em frigorífico de Bataguassu. Informações preliminares apontam que um dos dutos de gás, localizado na sala de desossa, se rompeu. Equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada por volta das 12h50min e está na ocorrência.

Cinco viaturas estão no local realizando buscas para tentar encontrar mais vítimas. De acordo com o site Da Hora Bataguassu, funcionários relataram que os alarmes de evacuação da unidade foram soados e todos os trabalhadores saíram rapidamente do local, porém, alguns inalaram o gás e chegaram a desmaiar no interior da empresa.

Vítimas foram levadas através de carros particulares e de ambulâncias até a Santa Casa da cidade. Reportagem tentou contato com a unidade hospitalar da cidade mas informações não foram repassadas, conforme o atendente, devido ao fluxo de ocorrências no local.

Mais informações em instantes.  

SEGUNDA VEZ

No dia 25 de outubro do ano passado jovem de 19 anos precisou de atendimento médico ao passar mal durante vazamento de amônia em frigorífico.

Na ocasião, funcionários acionaram socorristas informando a respeito do vazamento de amônia e, ao chegar no local, militares foram barrados na portaria do frigorífico e impedidos de entrar no local.

Quando Corpo de Bombeiros conseguiu ter acesso a sala de resfriamento onde ocorreu o incidente, funcionários já tinham evacuado a área e feito a contenção do vazamento. Militares então isolaram o setor.

Uma jovem que trabalha no local inalou gás, passou mal, foi socorrida e encaminhada ao pronto socorro. 

Fotos: Tiago Apolinário / Da Hora Bataguassu

Felpuda


A parceria que até então era cantada em prosa e verso, com direito à divulgação de fotos em momentos de muita alegria, dá sinais de que realmente está se esgotando. O tal parceiro quase não mais aparece nos meios de divulgação, e até criticas, digamos, “meio de leve” vêm sendo feitas. Dizem que está o “maior climão”.Mas pelo sim, pelo não, resta esperar para ver onde é que essa parceria chegará. Sei não...