Cidades

Aparelho odontológico

Aparelho de raio x descartado em aterro da Capital pode conter radiação, diz professor

Equipamentos de raios X não contêm material radiativo, mas emitem feixes de elétrons quando ligados na energia

Danielle Valentim

01/10/2015 - 12h49
Continue lendo...

Peças de um aparelho de Raio X odontológico foram descartadas na manhã desta quinta-feira (1º) no Aterro Municipal de Campo Grande e o fato intriga motoristas e funcionários do local. A preocupação dos trabalhadores é de uma possível emissão de ondas radioativas, que são extremamente prejudiciais a saúde.

De acordo com o professor de odontologia da Universidade Uniderp, Paulo de Tarso, as imagens recebidas são de um aparelho raio X. Porém, o equipamento não contém material radiativo por si só. Os cabeçotes dessas máquinas são os responsáveis por emitirem feixes de elétrons radiativos  e precisam estar ligados na corrente elétrica. 

“As imagens são da base de suporte de um aparelho, compatível com uma base de RX odontológico, mas observe que na ponta os fios estão soltos e o cabeçote não está lá. Não vi o cabeçote em nenhuma das fotos. No cabeçote que os RX são produzidos, disse o professor.

Um motorista do aterro, que preferiu não se identificar, disse ao Portal Correio do Estado que por volta das 8 horas, quando chegou no local, o aparelho estava jogado próximo ao portão, do lado de dentro. Quando retornou, às 10h15, continuava no mesmo lugar. O funcionário está preocupado, já que o cabeçote do aparelho não foi encontrado.

"A gente fica preocupado, porque depois que os responsáveis do aterro saíram, a entrada e saída de pessoas aqui está sem controle nenhum", disse.

Os equipamentos de raios X não contêm material radiativo, no entanto, essas máquinas emitem feixes de elétrons quando são ligadas na corrente elétrica. Ao se chocarem contra um alvo, esses elétrons desaceleram e liberam energia – os raios X. 

DESCARTE CORRETO

Os profissionais responsáveis por máquinas de raios X, em especial no uso médico, devem ficar atentos à maneira correta de descartá-los, evitando graves problemas. A maioria dos descartes desse tipo de equipamento não é informado, como é a obrigatoriedade. O alerta é para o fato de que esses aparelhos possam vir a ser reutilizados de modo irregular em outras situações ou por pessoas sem qualificação ou instrução.

"No cabeçote os raios ionizantes são produzidos quando o aparelho é acionado. Em tese, não há armazenamento de material radioativo, mas o descarte do cabeçote deve ser feito junto à empresa que o produz e faz manutenção.  Mas, como disse, não vi essa parte do aparelho, parece ter sido retirada e esperamos que corretamente descartada", finalizou o professor.

Por precaução, os funcionários pedem a retirada do equipamento por uma empresa responsável. O Portal Correio do Estado entrou em contato com a Prefeitura, mas até o fechamento da matéria não obteve respostas.

WHATSAPP - Essa matéria foi sugerida por leitor através do nosso WhatsApp, envie sua sugestão pelo número 9971-4437.

Capital

Após bebedeira com amigos, jovem é atingido por tiro enquanto dormia em veículo

Em depoimento, o jovem relatou que os amigos estavam alcoolizados e ele decidiu dormir no veículo, momento em que foi atingido por tiros.

14/07/2024 18h30

Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário/ Depac Cepol

Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário/ Depac Cepol Divulgação/

Continue Lendo...

Um jovem de 20 anos foi socorrido para o hospital na manhã deste domingo (14), após ser atingido por um tiro enquanto dormia dentro de um veículo na região do Bairro Centro-Oeste, na zona sul de Campo Grande.

Conforme o registro da ocorrência, a vítima relatou aos militares que estava bebendo com amigos, decidiu entrar no veículo para ir embora e acabou dormindo.

Ainda durante o interrogatório, o jovem disse que os amigos com quem estavam, estariam alcoolizados. 

Neste momento, dois homens teriam passado na rua e efetuado disparos de arma de fogo e depois fugiram do local. Os tiros acertaram a região lombar da vítima.   

As equipes da Polícia Civil e investigadores da Delegacia de Homicídios estiveram no local. O carro onde a vítima estava passou pela perícia e também foi encaminhado a delegacia. 

De acordo com o depoimento do jovem, ele disse aos policiais que não teria interesse nas investigações. 

Mesmo com a vítima não querendo que o caso seja investigado, o caso foi registrado na  Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitária) do Cepol (Centro Especializado de Polícia Integrada) como homicídio na forma tentada.

Casos de homicídios em Campo Grande 

Conforme informações da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública), foram 61 casos de homicídios em Campo Grande. Em Mato Grosso do Sul, foram 180 registros nesses primeiros sete meses. 
 

 

Assine o Correio do Estado

CLIMA

Sul do estado ainda terá baixas temperaturas durante a semana

Ponta Porã pode registrar mínima de 7º graus nesta segunda-feira (15)

14/07/2024 18h30

Temperatura só deve subir na próxima quarta-feira (17)

Temperatura só deve subir na próxima quarta-feira (17) Arquivo Correio do Estado

Continue Lendo...

O cenário de frio e baixas temperaturas deve permanecer em algumas cidades de Mato Grosso do Sul nesta semana, conforme informações divulgadas pelo Inmet (Instituto Nacional de Meterologia). Na fronteira com o Paraguai, a cidade de Ponta Porã pode registrar mínima de 7ºC.

Em Dourados, também no sul do Estado, está prevista temperatura mínima de 8ºC nesta segunda-feira (15). Os termômetros em Mato Grosso do Sul apresentaram queda nos últimos dias, devido a uma massa de ar polar que foi trazida pela passagem de uma frente fria.

O frio também não poupou outros municípios do estado neste fim de semana. Em Amambai, os moradores enfrentaram 8°C, enquanto em Laguna Carapã, a mínima foi de 9,8°C. Outras cidades como Sete Quedas também seguiu essa tendência, registrando 6,3°C.

Em Naviraí, Nova Andradina e Ivinhema a semana deve continuar registrando baixas temperaturas. Ambas as cidades terão mínima de 10ºC e a máxima não passa dos 22ºC. 

Na Capital 

De acordo com o portal Clima Tempo, a previsão do tempo para Campo Grande indica baixas temperaturas nos próximos dias. A mínima nesta segunda-feira (15), será de 10ºC pela manhã e ao longo do dia, 22ºC. 

A previsão aponta Sol com algumas nuvens e com pouca probabilidade de chuva. O Sol deve aparecer durante o dia, sem nuvens no céu e com aumento de nebulosidade à noite.

Neste domingo (14), a Capital de Mato Grosso do Sul registrou mínima de 9ºC, com sensação térmica de 5ºC. Conforme o Inmet, o tempo só deve manifestar temperaturas mais altas a partir de quarta-feira (17).  


Assine o Correio do Estado 

 

 

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).