Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PANDEMIA

Apenas um bairro de Campo Grande não tem casos de Covid-19

Bairro da região norte tem maior concentração de moradores recuperados
05/07/2020 15:49 - Adriel Mattos


Os casos de Covid-19 (doença causada pelo novo coronavírus) em Campo Grande aumentaram mais de sete vezes em um mês, e apesar disso, um bairro segue sem confirmações.

Localizado na região nordeste da Capital, a Chácara dos Poderes fica próximo do Parque dos Poderes Governador Pedro Pedrossian. Com características de zona rural, o bairro tem uma população de menos de mil pessoas, segundo dados do Instituto Brasileira de Geografia e Estatística (IBGE).

 
 

No Mapa de Casos do Sistema Municipal de Indicadores (Sisgran), as regiões central e norte reúnem os bairros com mais casos. Monte Castelo, São Francisco, Cruzeiro, Vila Margarida, Jardim Autonomista e Jardim dos Estado tem o maior número de pacientes em tratamento.

Por outro lado, o Coronel Antonino, também na região norte, tem a maior concentração de recuperados. A Chácara das Mansões, no sul da cidade, e o distrito de Rochedinho já tem todos os seus moradores considerados como recuperados.

DADOS

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES) de Mato Grosso do Sul, a Capital tem 3.087 casos até este domingo (5). A pasta não informou a quantidade de recuperados, mas conforme dados de ontem, sábado (4), haviam 2.030 recuperados.

Outros 912 estavam em isolamento domiciliar e 115 estavam internados até ontem. Já foram registradas 20 mortes em Campo Grande, sendo a última a de uma idosa de 92 anos também no sábado, que tinha diabetes.

 
 

Felpuda


A lista do Tribunal de Contas de MS, com nomes de gestores que tiveram reprovados os balanços financeiros de quando exerceram cargos públicos, está deixando muitos candidatos de cabeça quente.  Conforme previsto pelo Diálogo, adversários estão se utilizando de tais dados para cobrar, principalmente nas redes sociais, deixando alguns gestores na maior saia justa e tendo que se explicar. O eleitor, por enquanto, só observa. E dê-lhe!