Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SÃO JOÃO BOSCO

Após morte, asilo tem 12 idosos com sintomas de Covid-19

Homem de 67 que residia no asilo São João Bosco morreu da doença e os demais estão em isolamento
14/07/2020 13:28 - Glaucea Vaccari


Idoso de 67 anos, que residia no asilo São João Bosco, morreu vítima da Covid-19 nesta segunda-feira (13), em Campo Grande. Na casa de repouso, outros 12 idosos apresentam os sintomas da doença e aguardam resultado de teste.  

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), o idoso passou mal no domingo (12) e foi levado para o Centro Regional de Saúde (CRS) Tiradentes. 

Teste rápido deu positivo para a doença causada pelo coronavírus e permaneceu em observação na unidade de saúde, mas não resistiu e morreu ontem. Ele tinha diabetes como comorbidade.

Devido ao caso positivo, equipe da Vigilância Epidemiológica foi até o asilo e realizou a coleta pelo teste de RT-PCR em 12 outros idosos, que relataram sintomas.

Mesmo sem os resultados, que demoram em média 72 horas, a Vigilância orientou profissionais de saúde da instituição para que faça o monitoramento dos internos e mantenha em isolamento os que apresentarem algum sintoma.  

Também foi recomendada a desinfecção de áreas de uso comum com produtos específicos.

Nas demais pessoas, internos e funcionários do asilo, será feita testagem em massa pela Sesau nesta quinta-feira (15), em parceria a Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) .

Campo Grande tem 8.486 casos de Covid-19, segundo boletim divulgado hoje pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), com 47 mortes. 

 
 

Felpuda


Candidato a vereador caiu em desgraça, pelo menos em um dos bairros de Campo Grande, ao promover comício em ginásio de esporte, com direito a ônibus lotados e espoucar de muitos fogos de artifício.

Aí dito-cujo foi alvo de muitas críticas, tanto pela zoeira causada, como por ter mandado às favas quaisquer cuidados na prevenção da Covid-19, ao promover grande aglomeração. Irresponsabilidade é pouco, hein?!