Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

EDUCAÇÃO

Após recesso de uma semana, escolas públicas retomam aulas remota nesta terça

Aulas presenciais seguem suspensas pelo menos até outubro na escolas municipais e estaduais
08/09/2020 09:34 - Glaucea Vaccari


Escolas públicas, das redes estadual e municipal, de Campo Grande, retomaram hoje (8) as aulas remotas, após recesso escolar de uma semana. 

Aulas foram suspensas do dia 31 de agosto a 7 de setembro, para proporcionar descanso tanto para profissionais como para os estudantes.

Segundo as secretarias de Educação, com a antecipação de férias do meio do ano para maio, devido à pandemia do coronavírus, houve acúmulo de três bimestres para as próximas férias, o que acarreta em desgaste, tendo em vista que normalmente a pausa é feita a cada dois bimestres.

Além das aulas à distância, os atendimentos presenciais ou remotos nas escolas também foram retomados hoje, assim como atendimento por aplicativo ou plataforma de comunicação. 

Os estudantes estão assistindo às aulas remotas desde o mês de março, através da internet, transmissão pela TV Aberta e recebimento de materiais impressos nos casos em que não há conectividade com sinal de televisão ou internet.

Aulas presenciais

As aulas presencias seguem suspensas até o dia 8 de outubro, tanto nas escolas estaduais de Mato Grosso do Sul quanto nas da rede municipal de Campo Grande, que tem seguido as decisões do governo em relação ao setor.

As aulas na Rede Estadual de Ensino (REE) estão paradas desde 23 de março deste ano, quando os primeiros casos da covid-19 foram notificados no Estado. 

De lá para cá, várias prorrogações foram feitas por conta do crescimento das notificações do novo coronavírus

Segundo a Secretaria Estadual e Educação (SED), toda a estrutura necessária para o retorno das aulas presenciais está em processo de montagem.  

Na rede particular, o retorno das aulas será no dia 21 de setembro para as crianças da educação infantil, em Campo Grande.

A volta será de apenas 30% dos alunos das escolas particulares, de 0 a 7 anos, o que daria em torno de 1.800 crianças, e será opcional aos pais se levam as crianças para as escolas ou se elas permanecerão no ensino remoto.

 
 

Felpuda


Candidato a prefeito em cidade do interior tremeu que só nas bases diante da decisão que tirou a corda do pescoço de adversário, liberando o dito-cujo para disputar a eleição.

Como acreditava que o pleito seria “um passeio”, estava até pensando no modelito que usaria no dia da posse.

Agora, teme nadar, nadar e morrer na beira da praia, deixando o terno pendurado no cabide.