Clique aqui e veja as últimas notícias!

AGLOMERAÇÃO

Após show polêmico, grupo já prepara réveillon em meio a pandemia

Mesmo com hospitais lotados em Campo Grande, festa de Ano Novo está sendo organizada
14/12/2020 13:00 - Rafaela Moreira


Devido à pandemia do coronavírus, não há possibilidade de grandes festas de Natal e Ano Novo, ou, pelo menos assim deveria ter. 

A menos de 20 dias para a virada do ano, grupo se prepara para festa “Réveillon Celebration 2021”, em meio ao ritmo preocupante de novos casos confirmados da covid-19. 

A alternativa encontrada pelos promotores de eventos em Campo Grande, em razão do toque de recolher, é realizar as festas no modelo “sunset”, final de tarde e geralmente terminando mais cedo que os ‘shows’ convencionais. 

Como exemplo da empresa, Santo Show, que organizou o “Deu Moda Sunset", reuniu as duplas sertanejas Israel e Rodolfo e Clayton e Romário, no sábado (12), durante a tarde. 

Imagens recebidas pelo Correio do Estado mostram dezenas de pessoas muito próximas umas das outras, sem máscara, e não cumprindo as normas do decreto municipal, que proíbe aglomeração. 

É importante destacar que a mesma empresa é responsável pelo evento “Réveillon Celebration 2021”, que acontece no dia 31/12 a partir de 22h30, no evento da festa, dezenas de pessoas já confirmaram presença. 

Outra saída encontrada para aglomerar é utilizar espaços abertos, o evento de Ano Novo irá acontecer no espaço, Terra Nova Eventos, o local comporta até 8 mil pessoas.  

Ultimas noticias 

O secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, em live, transmitida pelo Facebook na manhã de hoje, demonstrou indignação com as festas que têm acontecido em Campo Grande, em um momento crítico para o Estado. 

“Ontem ficamos estarrecidos com a 'festa sunset', inclusive autorizada pela administração municipal e Vigilância Sanitária. 

Não queremos acreditar que isso aconteceu [...] aqui na Capital, inclusive, com cantores de outros estados”, reclamou. 

Em Mato Grosso do Sul o novo toque de recolher determinado pelo governo do Estado começa a valer a partir de hoje, das 22h até as 5h. 

O decreto tem vigência pelo prazo de 15 dias, ou seja, até o dia 29 de dezembro. 

A determinação vale para os 79 municípios sul-mato-grossenses e tem como objetivo conter o avanço de casos do novo coronavírus, que levou à superlotação dos hospitais, tanto públicos quanto privados.

No início deste mês, a festa 'Bonito De La Musique' foi cancelada devido à pandemia. A comemoração de réveillon é a mais famosa e tradicional da cidade de Bonito. 

A decisão foi tomada em conjunto pelas entidades e associações envolvidas na realização do evento.

Produtor do evento

O organizador do evento foi procurado e não enviou resposta até a publicação desta reportagem. 

Boletim

De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES), publicado hoje (14), em 24 horas Mato Grosso do Sul registrou 683 novos casos de Covid-19 e 18 mortes, totalizando 1.949 óbitos. 

Segundo o Programa Prosseguir, Mato Grosso do Sul está na bandeira vermelha de casos, com risco elevado de contaminação, sendo recomendado para a atual situação: 

  • Implementar o toque de recolher entre 21h e 5h; 
  • Assegurar transporte coletivo à população, garantindo as medidas de distanciamento social e lotação máxima equivalente ao número de assentos no veículo; 
  • Suspender aulas presenciais nas escolas públicas e particulares; 
  • Obrigar o cumprimento das medidas de distanciamento social e uso de máscaras em locais públicos e espaços fechados.