Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CONTÁGIO

Asilo onde viviam idosas mortas pela Covid-19 tem mais oito infectados

São três pacientes e cinco profissionais da saúde que testaram positivo
23/04/2020 12:30 - Ricardo Campos Jr


A casa de longa permanência Leituga Saúde, onde viviam duas idosas mortas pela Covid-19, tem mais oito pessoas infectadas pela doença, segundo informações da Prefeitura de Três Lagoas. São cinco profissionais da saúde e outros três pacientes que também testaram positivo.

O município do Bolsão sul-mato-grossense é o primeiro em número de óbitos pelo novo coronavírus e o segundo em número de casos. São 24 contaminados, dos quais três vieram a óbito.

A perda mais recente foi registrada nesta quinta-feira (23). A idosa de 76 anos era cliente da Leituga. Foi levada ao Hospital Nossa Senhora Auxiliadora no dia 16 de abril com sintomas da Covid-19. Dois dias depois, conforme a assessoria, o quadro clínico se agravou e ela foi colocada em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Segundo informações da Secretaria Estadual de Saúde (SES), a paciente tinha alzheimer e pressão alta.

A outra idosa da Leituga que morreu pela Covid-19 tinha 81 anos. Ela deu entrada na mesma unidade de saúde, ficou internada em leito clínico e chegou a receber alta médica. De volta ao asilo, passou mal novamente, retornou ao Nossa Senhora Auxiliadora e não resistiu, sequer houve tempo de colocá-la em uma UTI. Ela também sofria de hipertensão e diabetes.

O terceiro óbito pelo novo coronavírus em Três Lagoas não tinha relação com as duas mulheres. Era um homem de 87 anos, vítima de contaminação comunitária, ou seja, quando não teve contato com outro caso confirmado. Também sofria de outras doenças.  

A assessoria de imprensa do Hospital Nossa Senhora Auxiliadora afirma que funcionários da unidade de saúde também foram contaminados. Quatro membros da equipe testaram positivo. Dois já se recuperaram em casa sem a necessidade de internação e outros dois ainda cumprem isolamento domiciliar.  

"Estamos fazendo tratamentos diretos e repetidos para correto manuseio dos EPIs, paramentação e retirada dos equipamentos. Já temos poucos profissionais na linha de frente e quando um deles cai, temos dificuldades em repor", disse o secretário de Saúde, Geraldo Resende.  

O Correio do Estado entrou em contato com a Leituga, mas ninguém atendeu as ligações até o fechamento desta reportagem.  

BALANÇO

Mato Grosso do Sul tem 186 pessoas contaminadas pela Covid-19. Dessas, 102 já foram consideradas curadas.

Dos 11 que testaram positivo nas últimas 24 horas, dois campo-grandenses procuraram a unidade de saúde para fazer o teste depois de se isolarem por conta própria em casa ao sentirem os primeiros sintomas, entrando na lista já no campo dos que finalizaram a quarentena.

Há 18 pacientes internados, metade na rede pública, metade na privada. Nove estão em leitos de UTI.  

 

Felpuda


Apressadas que só, figurinhas tentaram se “apoderar” do protagonismo de decisão administrativa. Não ficaram sequer vermelhas quando se assanharam todas para dizer que tinham sido responsáveis pela assinatura de documento que, aliás, era uma medida estabelecida desde 2019. Quem viu o agito da dupla não pode deixar de se lembrar daquele pássaro da espécie Molothrus bonarienses, mais conhecido como chupim, mesmo. Afe!