Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PANDEMIA

Asilos de Campo Grande suspendem visitas para prevenir coronavírus

Decisão foi tomada na última sexta-feira
15/03/2020 18:10 - Izabela Jornada


Asilos de Campo Grande decidem suspender visitas como uma das ações para prevenir a contaminação do Covid-19 em idosos.

A decisão foi tomada após os donos de asilos da Capital, ao trocarem ideias em um grupo de What´s App, entenderem que essa seria a melhor maneira de proteger os idosos, já que eles fazem parte do grupo de risco.

As visitas foram suspensas na última sexta-feira (13), após anúncio que uma jovem corria o risco de estar infectada. A suspeita foi confirmada neste sábado (14).  

Quatro dos asilos da Capital também reforçaram ações aos técnicos de enfermagem e aos demais profissionais da saúde que atendem o público idoso, como o lavar corretamente das mãos, usar a máscara no momento em que forem fazer algum procedimento e trocar de roupa ao entrar no local. “Já fazíamos isso antes, mas agora reforçamos esse cuidado”, declarou a proprietária da casa de idosos Feliz Idade, a fisioterapeuta Jéssica de 32 anos.

Jéssica disse também que vai evitar liberar os idosos para os hospitais, apenas quando não tiver como serem atendidos no local. “Temos uma médica que está a nossa disposição, 24 horas por dia”, afirmou a proprietária. Na clínica de Jéssica são, aproximadamente, 12 idosos internados.

Uma das clínicas, que tem 20 idosos internados, o proprietário alegou que teve muita dificuldade para comprar o álcool em gel e as máscaras. “Tive que comprar pela Amazon (loja virtual), pois não tinha mais na cidade”, afirmou Sidney Peralta, de 33 anos, da clínica Angeluz. Ele aproveitou para comprar 10 kg do álcool e 600 máscaras.  

A população idosa de Campo Grande soma 98 mil pessoas, representando mais de 11% da população total do município que é de 874.210 habitantes, conforme dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Ibge). Entretanto, existe um déficit no atendimento do público que exige cuidados especiais e o número de entidades que realizam o acolhimento é de 17 casas.  

Levantamento realizado pelo Conselho Regional de Economia (Corecon-MS), a pedido da Comissão Permanente de Assistência Social e do Idoso da Câmara Municipal, motivou a realização de uma audiência pública que apontou a urgência de promover políticas públicas para melhorar a qualidade do atendimento ao idoso campo-grandense.  

 

 

Felpuda


Figurinha carimbada ganhou o apelido de “biruta”, instrumento que indica direção do vento e, por isso, muda constantemente. Dizem que a boa vontade até existente ficou no passado, e as reclamações são muitas, mas muitas mesmo, diante das decisões que vem tomando a cada mudança de humor do eleitorado. Como bem escreveu o poetinha Vinicius de Moraes: “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”.