Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CONTRA BOMBEIRO

Autor de atentado contra bombeiro se entrega: "Deus colocou no meu coração"

Elizeu se diz arrependido do crime, cometido na tarde da última segunda-feira
20/08/2015 12:02 - Danielle Valentim


 

Elizeu José dos Santos, 33 anos, acusado de atirar cinco vezes contra um soldado do Corpo de Bombeiros, se entregou na manhã desta quinta-feira (20), por volta das 9h50, na Delegacia de Polícia Civil de Paranaíba, município a 407 quilômetros da Capital. A Polícia Civil já havia pedido a prisão preventiva de Elizeu, na tarde desta quarta-feira (19), e a Justiça decretou a prisão nesta manhã. 

De acordo com o site Interativo, Elizeu se diz arrependido e alega que Deus tocou seu coração e o encorajou a se entregar a polícia.

“Eu estou arrependido do que fiz. Deus colocou no meu coração para eu vir e se entregar hoje. Me colocaram como bandido perigoso, não sou, sou comerciante, da cidade. Que Deus possa por a mão. Dizer pra meus amigos e para todo mundo, pedir perdão pelo que fiz e também deixar gravado, vim me entregar, deixar beijo e abraço para minha filha, estou disposto aqui sem nenhum arranhão nem nada a pagar pelo que fiz”, disse Elizeu.

Na delegacia, acusado reforçou não ser um bandido e relatou o que passou por sua cabeça quando do acontecimento.

“Sou um pai de família e aconteceu esse fato. Foi muito difícil para mim, sou uma pessoa do bem, sempre trabalhei aqui, foi muito difícil ficar foragido, sem ser um bandido como colocaram. Arrependi muito, tenho comércio, muitas coisas para resolver em minha vida, nunca desrespeitei autoridade. Me colocaram como bandido só porque ‘atirei’ no policial. Espero que tudo possa dar certo, minha família é crente está me apoiando, sei que existe justiça e Deus e o que ele por para mim pagar eu vou fazer”, concluiu.

CRIME

O soldado do Corpo de Bombeiros Fabrício de Lima Teixeira, lotado em Paranaíba, foi atingido por cinco tiros enquanto atendia uma ocorrência na tarde da última segunda-feira (17) no bairro Santo Antônio.

De acordo com a Polícia Civil, o soldado estava atendendo uma ocorrência de mal súbito na Escola Municipal Major Francisco Faustino Dias, quando um homem passou pelo local em uma motocicleta Biz, atirou contra o soldado e fugiu em seguida.

Fabrício foi atingido por cinco disparos, sendo dois na cabeça, dois na região do abdômen e um na perna. Outro disparo atingiu a viatura. O soldado foi socorrido e encaminhado para a Santa Casa do município. A motivação do crime teria sido passional.

Felpuda


Partido político está vivendo processo de autofagia cá por essas bandas. Nada de ideologia ou defesa dos interesses dos filiados. O problema, segundo os mais observadores, é que lideranças não se contentaram em ter cada uma o seu pedaço e decidiram tomar conta com exclusividade do espólio, que, aliás, é regado com cifras milionárias. A legenda deverá se transformarem uma máquina de lavar, no caso, cheia de roupas sujas. E dê-lhe!