Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

DEVE R$ 13,6 MILHÔES

Bancada com 79% de verba pública, Santa Casa faz evento com pré-candidato a prefeito

Secretaria Municipal de Saúde para tirar nome da divulgação da "ação social"
06/02/2020 09:00 - DAIANY ALBUQUERQUE


 

A Santa Casa de Campo Grande, maior hospital de Mato Grosso do Sul, marcou para sábado (8) um evento no Bairro Moreninha 2, região sul da Capital e um dos mais populosos da cidade. A ação custeada pela entidade acontece apesar da dívida ativa da Associação Beneficente de Campo Grande (ABCG), mantenedora do centro médico, atualmente ser de R$ 13.623.094,27. O evento é típico de anos eleitorais: apresentações culturais, música, corte de cabelo, consultas e exames rápidos, como aferimento de pressão e palestras. 

O valor está publicado na relação dos inscritos na dívida ativa federal e, conforme o documento é referente a tributos federias não pagos (R$ 12.680.948,18) e ao não depósito do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) de alguns servidores (R$ 942.146,09).

A entidade passa por constantes crises financeiras, chegando a atrasar salários dos funcionários por várias vezes no ano passado - e também anteriormente. Além disso, quase 80% de sua receita vem dos cofres públicos. Conforme balando divulgado pela entidade no Diário Oficial de Campo Grande (Diogrande), durante o ano de 2018 o hospital recebeu do Sistema Único de Saúde (SUS) R$ 250.268 milhões por atendimentos feitos, o que representou 79% do orçamento da instituição. 

O evento, denominado “Santa Casa nos Bairros”, será realizado das 8h às 16h na Associação dos Moradores das Moreninhas 1 e 2 e promete exames preventivos (papanicolau), mamografias e exame para câncer de próstata, além de consulta com oftalmologista - com aferição de pressão ocular, prevenção do glaucoma -, aferição de pressão arterial para diagnosticar e tratar hipertensão, teste de glicemia, consultoria jurídica. O Hemocentro Coordenador de Mato Grosso do Sul (Hemosul) também participará do evento com orientação sobre doação de sangue e campanha de conscientização. A ação terá ainda espaço infantil com animação para as crianças, aula de zumba, shows musicais, cortes de cabelo e maquiagem.

IRREGULAR
Serão oferecidas palestras de orientação sobre prevenção à dengue e a importância da doação de órgãos e medula óssea. Ambas sob a responsabilidade de funcionários da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), por meio do Coordenadoria de Controle de Endemias de Vetoriais (CCEV). Entretanto, a Sesau solicitou que seu nome fosse retirado do material de divulgação do evento. De acordo com o titular da pasta, José Mauro de Castro Filho, a pasta não foi chamada para a organizar a ação e o convite foi feito próximo a realização do evento.

“É uma ação individual do hospital. A gente pediu só para notificar porque a gente não foi chamado a participar da estruturação desse evento a gente não pode ser também agregado a esse evento, até mesmo a gente não pode estar diante de uma situação política”, declarou Filho.

A “situação política” a que se refere o secretário se trata da pré-candidatura do diretor-presidente do hospital, Esacheu Nascimento, que se filiou ao Partido Progressista (PP) e deverá disputar a prefeitura de Campo Grande nas eleições municipais deste ano.

Felpuda


Devidamente identificadas as figurinhas que agiram “na sombra” em clara tentativa de prejudicar cabeça coroada. Neste segundo semestre, os primeiros sinais começarão a ser notados como reação e “troco” de quem foi atingido. Nos bastidores, o que se ouve é que haverá choro e ranger de dentes e que quem pretendia avançar encontrará tantos, mas tantos empecilhos, que recuar será sua única opção na jornada política. Como diz o dito popular: “Quem muito quer...”.