Clique aqui e veja as últimas notícias!

'GOLPE'

Procon notifica banco por realizar empréstimos não solicitados por clientes

As vítimas, na grande maioria são aposentadas, que muitas vezes não percebem os valores depositados em suas contas
23/12/2020 09:31 - Flávio Veras


O Procon de Mato Grosso do Sul (Procon-MS) notificou o Banco C6 Consignados S.A (Ficsa), por prática abusiva contra o consumidor. Segundo o superintendente da instituição, Marcelo Monteiro Salomão, a empresa está aplicando uma espécie de “golpe”, principalmente em aposentados. A instituição é acusada de efetuar depósitos de empréstimos nas contas bancárias de clientes, sem que eles tenham efetuado os pedidos.  

“Esse tipo de atitude é inadmissível, esses bancos estão fazendo o empréstimo dos juros. A pessoa recebe esse valor em sua conta, porém às vezes não percebe, e acaba sendo lesada. Quando  ela consegue verificar a irregularidade, entra em contato com o Procon que imediatamente aciona a instituição, que devolve o dinheiro para o cliente. Porém, as empresas aproveitam o fato de se tratar de pessoas mais idosas e não consegue perceber com facilidade essa fraude e, consequentemente, acabam não acionando o órgão de defesa”, explicou.

Últimas Notícias

De acordo com o Procon-MS, a ação desencadeada pelo órgão se deu pelo fato de terem se avolumado reclamações relacionadas ao Banco C6 Consignados S.A (Ficsa), onde os consumidores alegam que, mesmo diante de várias tentativas de contato com a instituição, não conseguiram solução os problemas.

“Além da notificação, iremos acionar o MInistério Público Federal (MPF) e para que possamos abrir um processo contra todas as empresas que praticam esse absurdo. Se precisarmos iremos a todas as instâncias possíveis para que esse tipo de conduta seja extinta em Mato Grosso do Sul. Essas empresas pensam que estão acima da lei, pois nem ao menos respeitam a fila de 15 minutos para atendimento nos caixas, porém dessa vez o ato é mais grave, pois se trata de um crime”,  

E finalizou dizendo que “muitos desses clientes podem ter sanções junto a Receita Federal, pois pode não ser percebido e não declarado esses valores no Imposto de Renda. Ou seja, devido a esse valor eles correm o risco de cair na malha e sofrer sanções multas do fisco nacional."