Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CAMPO GRANDE

Com aglomeração, dois bancos são autuados pela vigilância sanitária

Se voltaram a ter aglomeração serão interditadas
06/04/2020 16:42 - Fábio Oruê


 

Dois bancos foram autuados pela Vigilância Sanitária e Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (Semadur) por conta da aglomeração que se formou dentro das agências. O limite de pessoas estabelecido por decreto pela Prefeitura é de até 20 pessoas, mas os locais extrapolavam este número.

O Banco do Brasil, localizado na Avenida Afonso Pena, e o banco Itaú, na Avenida Eduardo Elias Zahran, estavam com pessoas dentro do prédio e sem organização. No Banco do Brasil, não havia fiscalização ou funcionário orientando os clientes e uma fila de pelo menos 40 pessoas se formou dentro da agência, apesar das marcações no chão indicando onde cada cliente deveria ficar. 

“Fiquei 1h na fila. Eles não estão respeitando idosos nem grávidas. Tem gente tossindo e espirrando lá dentro”, disse a professora Ana Thiago, que desistiu de ser atendida, após tentar resolver seu problema pelos canais de atendimentos digitais. Ela informou que uma funcionário “deu uma bronca” nos clientes sobre a formação de filas, mas o problema não foi resolvido. 

 
 

Fiscais da Semadur já haviam passado na semana passada para orientar as agências bancárias e quem desobedecer aos decretos, será autuado, como o caso das citadas. Se caso reincidiram e forem flagradas com aglomeração, o local será interditado pela Vigilância Sanitária. 

Apesar de estar equipada com álcool em gel e limpeza em dia, o Banco do Brasil alegou à fiscalização que não tem funcionário para disponibilizar para organizar as filas. As agências reabriram para atendimento presencial na semana passada e teriam que cumprir os decretos impostos pela Prefeitura. 

 

Felpuda


Nos bastidores, há quem garanta que a única salvação, de quem está com a corda no pescoço, é ele aceitar ser candidato a vice-prefeito em chapa de novato no partido. Vale dizer que isso nunca teria passado por sua cabeça, uma vez que foi eleito com, digamos, “caminhão de votos”. Se aceitar a imposição, pisaria na tábua de salvação; se recusar, poderá perder o mandato. Ah, o poder!