Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SANTANDER

Bancos são interditados por abrirem sem profissional de segurança

Duas agências do Santander estavam fechadas depois que funcionários foram diagnosticados com Covid-19 e reabriram sem vigilante
10/07/2020 11:59 - Gabrielle Tavares


Nesta sexta-feira (10), o Sindicato dos Bancários de Campo Grande-MS e Região vai interditar duas agências do Santander, em Campo Grande. As instituições estavam fechadas depois que funcionários testaram positivo para Covid-19, mas reabriram na segunda-feira (9) irregularmente.

As agências são as da avenida Afonso Pena e da rua Marechal Cândido Mariano Rondon. Segundo o Sindicato, todos os trabalhadores das duas agências, inclusive os terceirizados, estão em isolamento domiciliar.  

Contudo, a Superintendência Regional do Santander reabriu as unidades com bancários de outras lugares, mas estavam funcionando sem a presença de profissionais para fazer a segurança dos locais. A Lei nº 7.102/1983 exige que um vigilante armado permaneça durante todo o expediente de uma instituição financeira.

“Essa atitude do banco contraria as normas de segurança e coloca em risco a vida dos bancários e clientes. Estamos tomando as medidas cabíveis, acionamos o órgão fiscalizador, que é a Polícia Federal. Mas para preservar a vida de todos nas duas agências, também estamos nos mobilizando para fechar as unidades, não permitiremos que funcionem sem segurança”, comenta a presidente do Sindicato dos Bancários, Neide Rodrigues.

Casos confirmados

Pelo menos 23 funcionários bancários já testaram positivo para Covid-19 em Campo Grande, Ribas do Rio Pardo e São Gabriel do Oeste. Os casos foram registrados nas agências do Santander, Caixa, Itaú, Banco do Brasil e Bradesco.

Dos 23 trabalhadores, 19 são bancários e 4 terceirizados. O caso mais grave é no Santander, onde 10 bancários já testaram positivo para Covid-19, a maioria da mesma agência.

 
 

Felpuda


Ex-cabecinha coroada anda dizendo por aí ser o responsável por vários projetos para Campo Grande, executados posteriormente por sucessor. 

Ao fim de seus comentários, faz alerta para que o eleitor analise atentamente de como surgiram tais obras e arremata afirmando que não foi “como pó mágico de alguma boa fada madrinha. 

Houve muito suor nos corredores de Brasília”. Então, tá!...