Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PANDEMIA

Barreira identifica dois primeiros casos de pessoas com vírus ativo nas entradas da Capital

Eles moram em Campo Grande e estavam retornando de viagem
23/06/2020 19:27 - Glaucea Vaccari


 

Testes realizados nas barreiras sanitárias instaladas nas entradas de Campo Grande identificaram os dois primeiros casos de pessoas que chegaram a Campo Grande com o vírus ativo da Covid-19. Até então, 18 pessoas haviam testado positivo para os anticorpos, o que indica que elas tiveram contato com o vírus mas já estavam recuperadas.

Conforme informações da Coordenadoria de Vigilância Sanitária (CVS) da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), os pacientes que foram diagnosticados com a Covid-19 são um adolescente de 14 anos, que estava em Guararapes (SP), e um homem de 53 anos, que chegava de viagem feita à Nova Alvorada do Sul, no interior do Estado. Ambos moram em Campo Grande.

Eles foram abordados dentro da rotina e, por apresentarem sintomas leves, foram submetidos ao teste, com resultado positivo para o reagente lgM, que indica que a pessoa está na fase inicial da doença, com risco de transmissão. Ambos foram orientados a permanecerem em isolamento domiciliar.

Uma mulher, de 53 anos, também testou positivo em exame realizado nas barreiras sanitárias, mas apresentou resultado de anticorpo lgC, que indica que a pessoa não apresenta mais a fase ativa do vírus, sendo considerada curada e incapaz de transmiti-lo.

Outros sete testes realizados em pessoas que tinham sintomas deram resultado negativo.

Fiscalização nas estradas tem objetivo de conter a entrada de pessoas de outros estados ou do interior, onde há pico de casos, que possam estar contaminadas e transmitir o vírus sem saber.

BARREIRAS

As barreiras sanitárias fixas estão em funcionamento desde o dia 8 de junho nas saídas para São Paulo, Sidrolândia e Três Lagoas. Nos locais,  motoristas e passageiros são orientados sobre as medidas de prevenção ao coronavírus, além terem temperatura aferida e realização de testes nos casos suspeitos. Os pontos foram escolhidos por terem fluxo mais intenso de veículos vindo dos municípios do interior e de outros estados.  

Desde o início e até esta segunda-feira (22), foram realizados 141 testes, com 121 negativos, 18 positivos ja curados e os dois positivos para o vírus ativo.

Além da barreira na Capital, há outras 17 instaladas pelo governo nas divisas e fronteiras de Mato Grosso do Sul.  

Como funcionam as barreiras?

Ao passar pelo local, o motorista é abordado por profissionais da saúde, que aferem a temperatura corporal por meio de um termômetro digital infravermelho, informam e orientam a população sobre a prevenção da Covid-19.

Caso a temperatura corporal esteja superior a 37,8ºC, a pessoa é convidada a realizar o teste rápido. O resultado sai entre 15 a 20 minutos.  

É feito ainda o preenchimento de um formulário onde a pessoa relata a presença ou não de outros sintomas, como dor de cabeça, tosse e coriza e informa se teve contato com caso positivo ou esteve recentemente em outro estado ou município. 

 

Felpuda


Ex-cabecinha coroada anda dizendo por aí ser o responsável por vários projetos para Campo Grande, executados posteriormente por sucessor. 

Ao fim de seus comentários, faz alerta para que o eleitor analise atentamente de como surgiram tais obras e arremata afirmando que não foi “como pó mágico de alguma boa fada madrinha. 

Houve muito suor nos corredores de Brasília”. Então, tá!...