Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PREVENÇÃO AO CORONAVÍRUS

Barreiras sanitárias em Campo Grande começam a operar terça; saiba como vai funcionar

Quem apresentar sintomas da Covid-19 será testado antes de entrar no município
25/05/2020 18:21 - Fábio Oruê


A partir de amanhã, as cinco entradas de Campo Grande contarão com barreiras sanitárias, que estarão inspecionando quem entra no município, na tentativa de mapear de onde vem os contaminados pelo vírus. As barreiras, a princípio, funcionarão por dois dias. 

Segundo o prefeito Marcos Trad (PSD), as barreiras podem continuar operando por mais tempo. “Nós estaremos amanhã fazendo o primeiro mapeamento e planejamento para ver a evolução da permanência dessas barreiras. Nós faremos nesta semana uma experiência comportamental, na terça e na quarta-feira”, disse ele em transmissão ao vivo nesta segunda-feira (25). 

Conforme ele anunciou, as barreiras sanitárias durante os turnos e também nos contraturnos. “Nós vamos fechar toda a nossa cidade e todo carro que aqui entrar vai ter que passar sim por aferição de temperatura, desinfecção de veículos com hipoclorito de sódio, álcool e água diluída e também com equipe médica de enfermeiros, profissionais e técnicos de enfermagem”, explicou ele. 

Com a aferição das temperaturas, os profissionais poderão saber se o ocupante do carro tem febre - um dos sintomas da Covid-19 - ou não. Caso a pessoa apresente o sintoma, um teste, que tem resultado em minutos, será feito e ela será encaminhada para outras providências. “Portanto amanhã, logo pela madrugada quem quiser vir para Campo Grande vai ter que passar sim pela nossa barreira sanitária”, enfatizou Trad. 

Ao passar por uma dessas fronteiras, o motorista recebe um adesivo, sendo liberado pela barreira sanitária. A operação conta com apoio da Agência Municipal de Transporte e Trânsito, Guarda Civil Metropolitana, Polícia Rodoviária Federal, Departamento Estadual de Trânsito, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros.

Campo Grande, conforme Trad, têm 245 casos confirmados de coronavírus e seis mortes pela doença. Entre domingo e hoje, o município teve um aumento de cinco casos e atualmente tem 162 pessoas recuperadas. 

 

Felpuda


Figurinha carimbada ganhou o apelido de “biruta”, instrumento que indica direção do vento e, por isso, muda constantemente. Dizem que a boa vontade até existente ficou no passado, e as reclamações são muitas, mas muitas mesmo, diante das decisões que vem tomando a cada mudança de humor do eleitorado. Como bem escreveu o poetinha Vinicius de Moraes: “Se foi pra desfazer, por que é que fez?”.