Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

BOLETIM

Bebê que teve morte confirmada por H1N1 na verdade está vivo

Óbito foi informado equivocadamente e informação foi corrigida pela Secretaria Estadual de Saúde
27/04/2020 18:46 - Glaucea Vaccari


Um bebê de 8 meses, que teve a morte confirmada por H1N1 pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), na verdade está vivo e já recebeu alta da unidade de saúde onde estava internado, em Coxim. Correção da informação foi publicada no último boletim epidemiológico da Influenza, na última sexta-feira (24).

Conforme o boletim, o óbito foi informado equivocadamente pelo município. O bebê, no entanto, teve de fato um diagnóstico de Influenza A, mas evoluiu para cura no dia 2 de abril deste ano.

Neste ano, oito pessoas morreram por gripe em Mato Grosso do Sul, sendo cinco em Campo Grande, dois em Corumbá e um em Ponta Porã. Entre os casos, um é por Influenza A H1N1, seis por Influenza A não subtipado e um por Influenza B.

Na Capital, vítimas foram três homens, dois de 82 anos e um de 80, e duas mulheres, de 89 e 41. Todos tinham como comorbidades doenças crônicas. Em Corumbá, vítimas são duas mulheres, ambas de 66 anos, sendo uma sem nenhuma doença pré-existente. Já a vítima de Ponta Porã era uma mulher de 68 anos, que tinha doença cardiovascular e doença hepática crônicas.  

De janeiro até sexta-feira, foram notificados 1.006 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave, sendo confirmados 36 deles como Influenza.

Em todo o ano passado, 68 pessoas morreram vítimas da doença no Estado. 

 

Felpuda


Dia desses, há quem tenha se lembrado de opositor ferrenho – em público –, contra governante da época, mas que não deixava de frequentar a fazenda de “sua vítima” sempre que possível e longe dos olhos populares. Por lá, dizem, riam que só do fictício enfrentamento de ambos, que atraía atenção e votos. E quem se lembrou da antiga história garantiu que hoje ela vem se repetindo, tendo duas figurinhas carimbadas nos papéis principais. Ô louco!