Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

RECUSA EM MOSTRAR EXAME

Bolsonaro diz que "talvez" tenha se contaminado pelo coronavírus

Justiça não aceitou relatório da AGU e deu prazo de 48 horas para presidente apresentar exames
30/04/2020 18:32 - Glaucea Vaccari


 

Após afirmar por diversas vezes que testou negativo para a Covid-19 e se negar a mostrar o teste, mesmo após decisão judicial, o presidente Jair Bolsonaro disse, em entrevista à Rádio Guaíba de Porto Alegre (RS), que “talvez” tenha sido contamido pelo coronavírus.  

“Eu talvez já tenha pegado esse vírus no passado, talvez, talvez, e nem senti”, afirmou, nesta quinta-feira (30).

Em março, o presidente realizou dois testes, nos dias 12 e 17, e afirmou que os resultados foram negativos, mas não apresentou os exames.  

Na última segunda-feira, 27, o jornal O Estado de São Paulo conseguiu na Justiça o direito de obter os laudos dos testes de Covid-19 feitos por Bolsonaro, sob pena de multa de R$ 5 mil por dia que os resultados não dorem entregues.  

Na manhã desta quinta, o presidente afirmou que tem garantia, por lei, de não apresentar os laudos e informou que a Advocacia-Geral da União(AGU)  recorreria e que perdesse apresentaria o exame, mas que se sentiria “violentado”. “Tem uma lei que garante a intimidade. Você sabe se nós dois (ele e a jornalista que o questionou) tivermos uma doença grave, nós não somos obrigados a divulgar o laudo, isso é uma lei”, disse.  

Antes da decisão judicial, Bolsonaro voltou a negar que teve a doença. “Vocês nunca me viram aqui rastejando, com coriza... eu não tive, pô. E não minto”, afirmou.  

No lugar de enviar os laudos dos exames, AGU encaminhou à Justiça relatório médico atestando que Bolsonaro testou negativo e que está assintomático.

Responsável pelo caso, a juíza federal Ana Lúcia Petri Betto, não aceitou o documento e deu prazo de 48 horas para que os papéis ddos exames sejam entregues.  

Suspeita de que o presidente estivesse contaminado surgiu em março, após ele voltar de missão oficial aos Estados Unidos, onde 23 pessoas que faziam parte da comitiva foram diagnosticados com a Covid-19.

 

Felpuda


Candidato a vereador caiu em desgraça, pelo menos em um dos bairros de Campo Grande, ao promover comício em ginásio de esporte, com direito a ônibus lotados e espoucar de muitos fogos de artifício.

Aí dito-cujo foi alvo de muitas críticas, tanto pela zoeira causada, como por ter mandado às favas quaisquer cuidados na prevenção da Covid-19, ao promover grande aglomeração. Irresponsabilidade é pouco, hein?!