Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MATO GROSSO DO SUL

Em aúdio, Bolsonaro elogia Nioaque<br> e promete visita durante mandato

Presidente eleito já morou no município por 3 anos
26/12/2018 10:45 - BRUNA AQUINO


 

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) elogiou o município de Nioaque em mensagem de aúdio enviada ao militares do 9° Grupo de Artilharia de Campanha do Exército Brasileiro onde serviu como segundo tenente entre os anos de 1979 à 1981. Na mensagem enviada aos combatentes, Bolsonaro elogiou o município e prometeu uma visita durante seu mandato como presidente.

Na mensagem, Bolsonaro contou um pouco dos momentos em que viveu em Nioaque, que segundo ele fez parte de sua trajetória. “É motivo de satisfação e de orgulho dirigir a palavra a todos vocês e dizer que os momentos que passei ai por 3 anos onde tive o primeiro filho, obviamente marcaram minha vida”.

Além de contar um pouco da história, o presidente eleito elogiou o município onde viveu por 3 anos e prometeu voltar em  breve. “Uma cidade pequena e acolhedora com uma grande unidade militar do nosso Exército Brasileiro. Nioaque com certeza vai fazer parte, como já fez e vai fazer ainda mais da história do nosso Brasil, tendo em vista a situação política que nos encontramos. Em havendo oportunidade, obviamente  visitaremos essa inesquecível e querida Nioaque”, disse.

Bolsonaro finalizou a mensagem se despedindo dos combatentes. “Prezados combatentes mais uma vez um abraço a todos vocês e estamos juntos irmanados no futuro do nosso brasil, até breve”, finalizou.  

ÚLTIMA VISITA

No ano passado, Bolsonaro veio à Capital em Julho e visitou a cidade de Sidrolândia. Em seguida, partiu para Nioaque, onde  participou da celebração dos “150 Anos da Retirada da Laguna”, após ser convidado pelas autoridades locais e pelo deputado estadual, Coronel David, que organizou a vinda do candidato. Bolsonaro prestigiou o evento da cidade onde serviu o Exército, entre os anos de 1979 à 1981 como Segundo Tenente.

Confira o áudio abaixo:

 

Felpuda


Comentários maldosos nos meios políticos dão conta que duas figurinhas que se rebelaram contra os próprios colegas poderão ficar no sereno político e, de forma indireta, serem personagens das próprias manifestações.

Um deles defendeu a redução do número de vereadores, e o outro disse ter vergonha de exercer o cargo. Agora enfrentam altos e baixos na campanha eleitoral.