Clique aqui e veja as últimas notícias!

MISSÕES

Corpo de Bombeiros de MS realizou mais de 13 mil atendimentos em janeiro de 2021

Atividades em combate à Covid-19 aumentaram o número de missões da corporação
12/02/2021 11:39 - Naiara Camargo


De acordo com levantamento do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso do Sul (CBMMS), a unidade realizou 13.368 atendimentos em janeiro de 2021. Número 14% maior em relação ao mesmo período de 2020, que foi de 11.711.

Segundo a corporação, foram registrados 6.143 resgates e salvamentos; 180 incêndios; 1.842 pessoas salvas e 7.045 atividades de prevenção.

Últimas notícias

Em janeiro e fevereiro, Bombeiros Militares cumpriram a força-tarefa de distribuição de vacinas anti Covid para o interior do Estado. 

"As forças de segurança conseguiram atender a distribuição à todos os 79 municípios de Mato Grosso do Sul em um prazo inferior de 24 horas”, afirma Diretor de Saúde, Coronel e Assessor Técnico do Corpo de Bombeiros Militar na Secretaria Estadual de Saúde, Marcello Fraiha.

“O Corpo de Bombeiros Militar segue cada vez mais atuante nos trabalhos em benefício da população”, expressa o comandante-geral do CBMMS, Coronel Joílson Alves do Amaral. 

A corporação também atua no Disk Covid, que é uma central de agendamentos de exames RT-PCR para detectar a Covid-19.

O número para agendamento é o 0800 647 0911 e a ligação é gratuita. O contato vale para as macrorregiões de Campo Grande, Dourados, Três Lagoas e Corumbá.

Corpo de Bombeiros 

A missão do CBMMS é preservar e salvar a vida dos sul-mato-grossenses, de modo a executar atividades de defesa civil, de combate à incêndios, de busca, prevenção, salvamento e socorro público, em situações de risco ou não.

O número para contato é o 193, em situações de urgência ou emergência.

Atualmente, o CBMMS tem 25 unidades operacionais instaladas em todo o Estado. O governo planeja investir em outras para agilizar serviços públicos.

Novas unidades do BM estão sendo construídas em Bonito, Bela Vista, Santa Rita do Pardo, Anaurilândia e Rio Brilhante.

Além disso, novos militares (soldados e oficiais), que estão na academia, devem se formar ainda neste ano. Outros, ainda estão sendo convocados para entrarem na academia.

Assine o Correio do Estado