Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CORONAVÍRUS

Brasil notifica 60.091 casos de covid-19 em 24h; total chega a 3.224.876

Região mais afetada pela covid-19, o Sudeste concentra mais de um terço dos casos
13/08/2020 20:00 - Estadão Conteúdo


O Brasil registrou nas últimas 24 horas 60.091 casos do novo coronavírus, o terceiro maior índice diário, informou nesta quinta-feira, 13, o Ministério da Saúde. As contaminações agora contabilizam 3.224.876. De ontem para hoje, foram 1.262 mortes informadas em decorrência da doença. O total de óbitos é de 105 463.

Região mais afetada pela covid-19, o Sudeste concentra mais de um terço dos casos (1.124.404) e 45% das mortes (47.405). Na sequência, aparecem Nordeste (996.038 contaminações e 31.687 óbitos), Norte (464.039 e 12.582, respectivamente), Centro-Oeste (333.136 e 6.933) e Sul (307.259 e 6.856).

Em números totais, o Brasil fica somente atrás dos Estados Unidos. De acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), são 5.176.018 de infecções em solo americano (56.307 a mais do que ontem) e 165.148 mortes (1 497 registradas em 24h).

SÃO PAULO

Após mudanças no sistema de notificação de óbitos e casos, o Estado de São Paulo registrou 455 mortes em 24 horas pelo novo coronavírus. De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde, foram incluídos nos dados desta quinta-feira, 13, 221 óbitos que ocorreram ao longo da pandemia. 

A pasta afirma que passou a cumprir novas diretrizes do Ministério da Saúde. Em nota, informa que a mudança do Guia de Vigilância prevê que, agora, "os casos e mortes também poderão ser confirmados por critério clínico-imagem". Ou seja, os registros também poderão ser feitos por confirmações baseadas em exames de imagem que apontam alterações da covid-19 no organismo. Até então, de acordo com o governo paulista, os dados contabilizavam apenas diagnósticos laboratoriais, feitos por testes.

Em nota, a secretaria afirma que "com isso, o balanço desta quinta inclui 221 mortes que ocorreram no decorrer da pandemia e foram confirmados por obedecer a estes novos critérios". Dessa forma, o total de óbitos registrados chegou a 455, incluindo os outros 234 óbitos confirmados em 24 horas. O recorde anterior era de 434 óbitos e foi alcançado no dia 23 de julho.

A mudança também teve impacto na contabilização de casos e também houve um recorde em 24 horas, com 19.274 casos registrados. O recorde anterior era de 19.030 casos, em 19 de junho, e aconteceu em um dia em que houve registros represados no e-SUS.

No total, o Estado de São Paulo tem nesta quinta-feira, 13, 26 324 mortes e 674.455 casos confirmados de covid-19.

Ainda segundo o balanço, 457.658 pessoas se recuperaram da doença em todo o Estado, sendo que 79.442 foram internadas e tiveram alta hospitalar.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI é de 56,8% na Grande São Paulo e de 58% no Estado. Há 12.672 pacientes internados, sendo 7.258 em leitos de enfermaria e 5.477 em unidades de terapia intensiva.

Há pelo menos uma pessoa infectada em 643 das 645 cidades do Estado. 500 municípios registram um ou mais óbitos pela doença.

 
 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!