Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PANDEMIA

Brasil passa Reino Unido e se torna 2º do mundo em mortos

O total de mortos no país aumentou 1.242 nas últimas 24 horas, totalizando 42.161 pessoas
12/06/2020 18:00 - Estadão Conteúdo


 

De acordo com dados consolidados no começo da noite desta sexta-feira (12) pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), o Brasil tornou-se hoje o segundo país com mais mortes causadas pela Covid-19 em todo o mundo, superando o Reino Unido. Conforme o Conass, que considera os dados informados pelas secretarias de saúde de todos os Estados brasileiros e o Distrito Federal, 42.161 pessoas morreram no Brasil em razão de terem sido contaminadas pelo novo coronavírus. O número atualizado hoje pelo governo britânico informa que 41.481 são os óbitos no Reino Unido até o momento.

O total de mortos no Brasil aumentou em 1.242 nas últimas 24 horas, enquanto no mesmo período o Reino Unido identificou 202 mortes associadas à Covid-19. À frente do total de mortos pela doença no Brasil está somente o dado dos Estados Unidos, que registrou mais 947 mortes por Covid-19 e agora tem 113.914 óbitos do novo coronavírus, segundo o Centro de Controle de Doenças (CDC, na sigla em inglês).

No total de casos, o Brasil também é o segundo do mundo, novamente atrás dos Estados Unidos. São agora 843.406 contaminações identificadas aqui (aumento de 40.578, um novo recorde) e 2.016.027 nos Estados Unidos (acréscimo de 21.744 casos). Mais uma vez o Brasil foi o país que mais registrou novos casos e também novas mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas.

Apesar do constante crescimento de casos e de mortes por Covid-19, vários Estados brasileiros estão atualmente em fase de reabertura de suas economias. Nos últimos dias, dezenas de Estados americanos experimentaram aumentos nos números da Covid-19, incluindo Texas, Califórnia e Flórida, o que aumentou temores de uma segunda onda de contaminações e acabou afetando negativamente mercados financeiros de todo o mundo. Segundo a mídia local, hoje o Estado da Carolina do Sul registrou 770 novos casos da doença nas últimas 24 horas, um novo recorde.

 

Felpuda


Devidamente identificadas as figurinhas que agiram “na sombra” em clara tentativa de prejudicar cabeça coroada. Neste segundo semestre, os primeiros sinais começarão a ser notados como reação e “troco” de quem foi atingido. Nos bastidores, o que se ouve é que haverá choro e ranger de dentes e que quem pretendia avançar encontrará tantos, mas tantos empecilhos, que recuar será sua única opção na jornada política. Como diz o dito popular: “Quem muito quer...”.