Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PANDEMIA

Brasil ultrapassa a marca dos 63 mil mortos por Covid-19

Em 24 horas, foram 1.290 óbitos confirmados pela doença e 42.223 novos casos no país
03/07/2020 19:00 - Da Redação


 

Balanço das últimas 24 horas divulgado pelo Ministério da Saúde mostra que o Brasil já ultrapassou a marca dos 63 mil mortos pela Covid-19. Segundo dados desta sexta-feira (3), 1.290 óbitos foram acrescentados aos números do país e outros 42.223 casos confirmados.

Com esses números, o Brasil chega a 63.174 mortes e 1.539.081 episódios. Ainda de acordo com o ministério, há 607.535 pacientes em acompanhamento e 868.372 recuperados. Há ainda mais de 3 mil óbitos em investigação pelas secretarias de saúdes. A taxa de letalidade no país, percentual de mortes entre os infectados, é de 4,1%.

DADOS DA COVID-19 POR ESTADO:

São Paulo: 310.702 casos e 15.694 mortes;

Rio de Janeiro: 118.956 casos e 10.500 mortes;

Ceará: 118.041 casos e 6.351 mortes;

Pará: 110.411 casos e 5.050 mortes;

Maranhão: 88.214 casos e 2.153 mortes;

Bahia: 82.314 casos e 2.001 mortes;

Amazonas: 74.537 casos e 2.887 mortes;

Pernambuco: 62.362 casos e 5.068 mortes;

Distrito Federal: 53.996 casos e 643 mortes;

Minas Gerais: 53.351 casos e 1.110 mortes;

Espírito Santo: 51.689 casos e 1.758 mortes;

Paraíba: 50.765 casos e 1.062 mortes;

Alagoas: 38.404 casos e 1.113 mortes;

Rio Grande do Norte: 33.421 casos e 1.171 mortes;

Rio Grande do Sul: 30.371 casos e 690 mortes;

Santa Catarina: 30.261 casos e 376 mortes;

Amapá: 29.574 casos e 438 mortes;

Sergipe: 28.186 casos e 764 mortes;

Paraná: 28.166 casos e 728 mortes;

Goiás: 26.330 casos e 586 mortes;

Piauí: 24.376 casos e 726 mortes;

Rondônia: 22.241 casos e 533 mortes;

Mato Grosso: 18.854 casos e 709 mortes;

Roraima: 18.323 casos e 358 mortes;

Acre: 14.112 casos e 387 mortes;

Tocantins: 11.736 casos e 211 mortes;

Mato Grosso do Sul: 9.388 casos e 107 mortes.

 

Felpuda


Na troca de alfinetadas entre partidos que não se entenderam até agora sobre eventual aliança, uma outra peça está surgindo: trata-se do levantamento completo sobre investimentos feitos, recursos liberados, parcerias em todas as áreas, além do prazo de quando tudo isso começou. Caso os palanques venham a ficar distanciados, a divulgação será feita à exaustão durante a campanha eleitoral, para mostrar quem é quem na história. Os bombeiros continuam atuando.