Cidades

DIREITO DAS CRIANÇAS

A+ A-

Câmara aprova criação do sétimo Conselho Tutelar em Campo Grande

Prefeita informou que inauguração deve ocorrer até o mês de maio

Continue lendo...

Vereadores aprovaram, na sessão desta terça-feira (2), a criação de um novo Conselho Tutelar em Campo Grande, que deverá ser implementado na região do Prosa, sendo o sétimo da Capital e o segundo dos novos três prometidos pela prefeita Adriane Lopes (PP).

O projeto foi encaminhado pelo Poder Executivo e foi votado em regime de urgência. A aprovação na Câmara Municipal faz parte dos trâmites necessários para que a unidade seja implementada. Um novo projeto, para a criação do oitavo conselho, ainda será enviado para tramitação na Casa de Leis.

De acordo com a prefeita Adriane Lopes, a expectativa é que os novos Conselhos Tutelares sejam inaugurados até maio. 

"A Câmara tem um compromisso com a cidade, independente de política, candidatura diferente, mas a gente tem um compromisso com a cidade e, criando mais conselhos e dando condições dos conselhos funcionarem, a população será atendida e as violências serão diminuídas", disse o presidente da Casa, vereador Carlão, após a aprovação da proposta.

Até o ano passado, a Capital contava com cinco Conselhos Tutelares e a prefeita prometeu que novos três seriam criados, totalizando oito, para atender todas as regiões da Capital.

A sexta unidade foi inaugurada no dia 14 de março, no bairro Parque do Lageado, região do Anhanduizinho, com expectativa de atender cerca de 200 mil pessoas nos 15 bairros que fazem parte da região.

O 7º Conselho Tutelar vai atender os bairros Noroeste, Estrela Dalva, Veraneio, Margarida e Novos Estados e deve ser entregue à população no fim de abril.

Já o prédio que abrigará o 8º Conselho Tutelar está sendo avaliado por engenheiros para, posteriormente, passar por adaptações. Ele atenderá os bairros Núcleo Industrial, Popular, Nova Campo Grande, Panamá e Santo Amaro.

Os conselheiros que irão atuar nas unidades já foram empossados em janeiro. No total, 40 dos eleitos tomaram posse e, cada unidade tem cinco vagas. Desta forma, com seis ativas atualmente, 10 profissionais estão lotados em outros locais enquanto aguardam a criação dos dois novos.

Os novos Conselhos Tutelares devem ajudar a estabilizar a demanda de atendimento aos direitos das crianças e dos adolescentes em Campo Grande, já que, com a defasagem, as unidades ficam sobrecarregadas com os casos encaminhados de outras regiões.

Alarmante!

MS registra duas mortes por síndrome respiratória, totalizando 141 óbitos em 2024

Segundo os dados, houve um aumento de 267 casos na última semana.

24/04/2024 17h47

Foto: Arquivo/

Continue Lendo...

Nesta semana foram registradas duas mortes por SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) em Mato Grosso do Sul. De acordo com o boletim divulgado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) de hoje (24), até o momento foram  registrados 141 óbitos da doença somente em 2024. 

Segundo o levantamento da SAS, foram contabilizados 1741 casos de SRAG. Os números representam uma queda acentuada em comparação ao último relatório. No entanto, a secretaria relata que os números podem aumentar devido à sazonalidade da doença. Os casos podem subir nas próximas semanas.

Na última semana, foram 1.650 casos de SRAG confirmados em Mato Grosso do sul, com 139 mortes pela doença. Há duas semanas, eram 1.383 casos, com 121 mortes, ou seja, houve um salto de 267 casos a mais de uma semana para a outra

A cidade com maior caso da doença é Campo Grande, com 857 casos registrados, com 61 mortes. A letalidade da doença na capital de Mato Grosso do Sul é de 7,1%. 

Logo mais abaixo Corumbá com 127 casos, seguidos por Ponta Porã com 80 casos e Dourados 67 registros. 


Causadores da síndrome SRAG 

Conforme os especialistas, os causadores do SRAG são os SARS-CoV-2, vírus da família dos coronavírus, responsáveis por 43,2% dos diagnósticos. Logo atrás vem o rinovírus, com 25,9% dos casos, e o vírus sincicial respiratório, com 17,7% dos casos. Os demais casos de doenças respiratórias se dividem entre diferentes tipos de Influenza e outros vírus.

 

 Assine o Correio do Estado.

Cidades

Mato Grosso do Sul volta a zerar número de mortes por Covid-19

Apenas 29 casos foram registrados na última semana

24/04/2024 17h40

Reprodução

Continue Lendo...

Nenhum óbito em decorrência da Covid-19 foi registrado nos últimos sete dias em Mato Grosso do Sul, segundo o Boletim Epidemiológico da Secretaria Estadual de Saúde (SES), divulgado semanalmente. Os números foram zerados pela segunda vez no ano, já que na semana terminada em 14 de fevereiro também não foi notificada nenhuma morte.

Além das mortes zeradas, outro dado chama a atenção: apenas 29 casos foram confirmados no período.

Desde o início do ano, 61 pessoas morreram de Covid-19 em Mato Grosso do Sul, e 9.013 casos foram confirmados.

Sintomas da Covid-19

É possível que o cidadão esteja infectado com o vírus da Covid-19 caso apresente os seguintes sintomas:

  • Febre
  • Tosse seca
  • Perda do olfato
  • Perda do paladar
  • Falta de ar
  • Dificuldade para respirar
  • Dor ou pressão do peito

Transmissão

O meio de transmissão da Covid-19 se dá por inalação ou contato com gotículas de saliva, secreções respiratórias ou superfícies contaminadas. Portanto, a transmissão pode ocorrer por meio de:

  • Tosse
  • Espirro
  • Catarro
  • Apertos de mão
  • Contato pessoal próximo
  • Contato com objetos contaminados

Prevenção

Existem inúmeras formas de se prevenir o contágio e proliferação da Covid-19. Confira:

  • Vacinação contra Covid-19
  • Uso de máscara
  • Uso de álcool gel
  • Lavagem das mãos com água e sabão
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca
  • Não compartilhar objetos pessoais
  • Ventilar ambientes
  • Evitar aglomerações e espaços fechados

Assine o Correio do Estado. 

NEWSLETTER

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo.

Fique Ligado

Para evitar que a nossa resposta seja recebida como SPAM, adicione endereço de

e-mail [email protected] na lista de remetentes confiáveis do seu e-mail (whitelist).