Clique aqui e veja as últimas notícias!

ESPAÇO URBANO

Câmara libera prefeitura de Campo Grande para vender 18 áreas públicas

Há áreas em todas as regiões da cidade; expectativa é de arrecadar pelo menos R$ 7,5 milhões
10/06/2021 14:20 - Eduardo Miranda


Os vereadores de Campo Grande aprovaram nesta quinta-feira (10), projeto de lei que autoriza a prefeitura da Capital a vender 18 áreas. Se sancionado pelo prefeito Marcos Trad (PSD), autor do projeto, o município poderá arrecadar pelo menos R$ 7,5 milhões com a venda das áreas públicas.  

O prefeito de Campo Grande pretende utilizar os recursos arrecadados em obras públicas na cidade, uma das destinações possíveis. “Desta forma, com a alienação dos imóveis, poder-se-á investir em obras de infraestrutura, implementando o desenvolvimento do município, sem prejuízo às estruturas públicas já existentes”, apontou na mensagem.

SEGUNDA TENTATIVA

A venda dessas áreas só foi aprovada depois da segunda tentativa do município. Na primeira, tentou vender 19 áreas, e não informou a avaliação de várias delas, conforme mostrou o Correio do Estado.  

A cobrança por mais transparência pelos vereadores levou o município à aprovação de um novo projeto, aprovado nesta quinta-feira.  

Há áreas em regiões nobres, como os bairros Carandá Bosque e Chácara Cachoeira e o centro da cidade.  

No domingo (6), o secretário de Finanças do município, Pedro Pedrossian Neto, explicou ao Correio do Estado que os recursos arrecadados com a venda dessas 18 áreas, desde que aprovada pela Câmara, vai para uma conta chamada “alienação de bens”. “Esse recurso só pode ser usado para fazer investimentos. Não pode pagar pessoas, fazer custeio da dívida, entre outras coisas”, detalhou.