Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

PRIMEIRA ETAPA

Campanha de vacinação contra o sarampo termina dia 13

Segunda etapa da vacinação será de 3 a 31 de agosto, para o público de 30 a 59 anos
06/03/2020 12:19 - Camila Andrade Zanin


 

A primeira etapa da campanha de vacinação contra o sarampo termina na próxima sexta-feira (13) já com a segunda etapa marcada para ocorrer entre 3 e 31 de agosto para o público de 30 a 59 anos. A campanha terá o dia D em 22 de agosto. Todas as unidades da saúde de Campo Grande participam da ação.

De acordo com as informações da Secretaria Municipal de Saúde, desde o dia 10, quando começou a campanha, até dia 20 de fevereiro, compareceram às unidades, 11.750 pessoas em busca do imunobiológico. Dessas, apenas 986 precisaram receber a dose (8%). 

Após a campanha, a vacina continuará sendo ofertada normalmente para as pessoas que têm somente uma dose ou que não conseguem lembrar e comprovar a imunização contra o Sarampo. Neste ano em Campo Grande foram notificados três casos suspeitos de sarampo, sendo que dois deles já tiveram o resultado negativo confirmado e um ainda segue em investigação. 

Dados nacionais do Ministério da Saúde, apontam que desde o início da campanha até o dia 2 de março, foram vacinadas 28.783 pessoas entre 5 a 19 anos.  Em 2019, Mato Grosso do Sul ficou com a maior cobertura vacinal do país, com 115,92% da meta de vacinação atingida.   

A principal medida de prevenção e controle do sarampo é a vacinação, disponível durante todo o ano nos 42 mil postos de saúde do país. Para viabilizar a campanha, além das demandas de rotina, o Ministério da Saúde enviou neste ano 3,9 milhões de doses da vacina, 9% a mais que o solicitado pelos estados. 

Nesta semana, o país registrou o terceiro óbito por sarampo. A mortes foram nos estados de Pará, Rio de Janeiro e São Paulo, sendo todos de crianças. Por isso, desde agosto de 2019, o Ministério da Saúde passou a adotar, como medida preventiva, a chamada ‘dose zero’. Assim, todas as crianças de seis meses a menores de 1 ano devem ser vacinadas contra o sarampo. 

Os responsáveis devem procurar os postos de saúde durante todo o ano. Esta dose não é considerada válida para fins do Calendário Nacional de Vacinação, devendo ser agendada. A partir dos 12 meses (1ª dose), a vacina tríplice viral; e aos 15 meses (2ª dose) a vacina tetra viral ou tríplice viral mais varicela, respeitando o intervalo de 30 dias entre as doses.

Mesmo com o novo coronavírus (Covid-19) em evidência no Brasil e no mundo, o Ministério da Saúde também está atento e tem alertado a população quanto à importância da vacinação contra o sarampo. A doença é grave e de alta transmissibilidade. A disseminação do vírus ocorre por via aérea ao tossir, espirrar, falar ou respirar. 

De acordo com o Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde, divulgado na quarta-feira (4), neste ano foram confirmados 338 casos de sarampo em oito estados. Mato Grosso do Sul não está entre eles. Atualmente, 10 estados estão com circulação ativa do vírus do sarampo. 

Felpuda


Devidamente identificadas as figurinhas que agiram “na sombra” em clara tentativa de prejudicar cabeça coroada. Neste segundo semestre, os primeiros sinais começarão a ser notados como reação e “troco” de quem foi atingido. Nos bastidores, o que se ouve é que haverá choro e ranger de dentes e que quem pretendia avançar encontrará tantos, mas tantos empecilhos, que recuar será sua única opção na jornada política. Como diz o dito popular: “Quem muito quer...”.