Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SARAMPO RESSURGE EM MS

Campanha de vacinação pretende imunizar 391 mil adultos entre 20 e 49 anos contra o sarampo

Ministério da Saúde prorroga campanha até dia 31 porque apena 18 mil pessoas foram vacinadas na Capital
02/09/2020 16:55 - Rodrigo Almeida


Imunização contra sarampo teve que ser prorrogada até o dia 31 de outubro por baixa procura de adultos. Até hoje, apenas 18 mil pessoas foram vacinadas em Campo Grande, segundo a Secretaria de Saúde do Município (Sesau).

Com isso, a meta de 391 mil pessoas está bem longe de ser alcançada. Em Campo Grande, as doses estão disponíveis nas 71 unidades básicas e de saúde da família (UBSs e USFs).

A Sesau alerta os adultos de 20 a 49 anos, a faixa etária prioritária desta fase da campanha, sobre a necessidade de buscar pela dose extra da vacina quanto antes, mesmo que já a tenha recebido anteriormente.

Doença considerada erradicada em 2016, o sarampo voltou em 2018 com 994 casos confirmados e duas mortes apenas no primeiro semestre daquele ano. Movimentos minoritários de pessoas que não apoiam vacinas pode ser uma das principais causas do ressurgimento.

Neste ano já foram confirmados sete casos de sarampo no município, todos considerados importados. Isso quer dizer que o vírus circula pela cidade, apontam as autoridades.

Por que é importante vacinar?

O sarampo é uma doença infecciosa grave causada pelo vírus Measles morbillivirus, que está em plena circulação no Brasil, assim como a Covid-19. 

De acordo com autoridades médicas, uma pessoa pode transmitir para até 18 outras pessoas. A disseminação do vírus ocorre por via aérea, ao tossir, espirrar, falar ou respirar.

“A vacina é a melhor prevenção contra a doença e essa proteção é necessária porque a doença está em circulação em alguns estados do país, inclusive com surto ativo com casos especialmente entre pessoas de 20 a 49 anos”, disse a superintendente de Vigilância em Saúde da Sesau, Veruska Lahdo.

A superintende chama a atenção para a baixa procura pela vacina nas unidades de saúde. “Infelizmente a procura pela vacina ainda é muito baixa. O público adulto é mais resistente, mas o que a população precisa entender é a importância de se proteger”, disse.

Todos os indivíduos de 12 meses a 29 anos precisam ter duas doses da vacina tríplice viral. Os de 30 a 59 anos devem ter, pelo menos, uma dose. A tríplice está disponível na rotina das unidades de saúde.

 
 

Felpuda


Figurinha está trabalhando intensamente para tentar eleger a esposa como prefeita de município do interior.

Até aí, uma iniciativa elogiável. Uns e outros, porém, têm dito por aí que seria de bom tom ele não ensinar a ela, caso seja eleita, como tentar fraudar folha de frequência de servidores. 

Afinal, assim como ele foi flagrado em conversa a respeito com outro colega, não seria nada recomendável e poderia trazer sérias consequências. Só!