Clique aqui e acompanhe o resultado das Eleições 2020

PROSSEGUIR

Campo Grande piora grau de risco da Covid e volta para bandeira vermelha

Flexibilizações refletiram em indicadores e 35 municípios pioraram classificação
08/10/2020 11:35 - Glaucea Vaccari


Quase metade dos municípios de Mato Grosso do Sul tiveram piora nos índices relativos à Covid-19 e tiveram piora grau de risco. 

Campo Grande, que no mês passado estava no grau médio, voltou para o risco alto, na bandeira vermelha.

Relatório situacional do Programa de Saúde e Segurança da Economia (Prosseguir), com o grau de risco de todos os municípios do Estado foi atualizado nesta quinta-feira (8).

Conforme o secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Riedel, na semana, 31 municípios mantiveram a classificação de risco, 13 melhoraram e 35 pioraram.

Estado não tem nenhuma cidade em risco extremo e também nenhuma em risco baixo.

“”O prosseguir, no nosso entendimento, tem ajudado a balizar as ações do governo do estado e quero chamar a atenção que o programa é justamente para isso, não é alarmista, não é para a gente ficar confortável, é um sendo de realidade que nos é colocado”, disse.

“Nós podemos ver que a pandemia está presente, que a maioria dos municípios nós tivemos uma piora de quadro, que ainda temos que tomar cautela, cuidado, para que a gente não perca o controle da evolução da pandemia”, completou.

De acordo com o grau de risco de cada município, o Prosseguir recomenda medidas a serem tomadas para desacelerar o contágio pelo coronavírus.

Para gerar a classificação, o programa avalia indicadores municipais relacionados à:

  • disponibilidade de leitos de UTI;
  • quantidade de Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s);
  • busca por contatos de casos confirmados;
  • redução da mortalidade por Covid-19;
  • disponibilidade de testes;
  • incidência na população indígena;
  • redução de casos entre profissionais da saúde;
  • redução de novos casos;
  • fronteira ou divisa com estado que tenha aumento de casos;
  • necessidade de expansão de leitos.

“O Prosegguir faz parte de uma estratégia, não tivemos nenhuma perda por falta de leito, conseguimos essa estruturação do sistema de saúde, é estado que mais testa e, agora trabalhando numa solução definitiva, o Estado tem sido protagonista no que diz respeito a vacina, em conversação com diversos laboratórios para que a gente tenha testagem e saia na frente com essas possibilidades de vacinação”, explicou Riedel.

 
 

Classificação de risco

Grau alto - bandeira vermelha

  • Anastácio
  • Angélica
  • Antônio João
  • Aparecida do Taboado
  • Aquidauana
  • Aral Moreira
  • Bandeirantes
  • Batayporã
  • Brasilândia
  • Caarapó
  • campo Grande
  • Cassilândia
  • Coronel Sapucaia
  • Corumbá
  • Costa Rica
  • Fátima do Sul
  • Glória de Dourados
  • Guia Lopes da Laguna
  • Itaquiraí
  • Jardim  
  • Laguna Carapã
  • Miranda
  • Naviraí
  • Paranaíba
  • Paranhos
  • Ponta Porã
  • Taquarussu
  • Terenos
  • Três Lagoas
  • Vicentina

Grau médio - bandeira laranja

  • Água Clara
  • Amambai
  • Anaurilândia
  • Bataguassu
  • Bela Vista
  • Bodoquena
  • Bonito
  • Camapuã
  • Caracol
  • Chapadão do Sul
  • Corguinho
  • Coxim
  • Deodápolis
  • Dois Irmãos do Buriti
  • Douradina
  • Dourados
  • Inocência
  • Itaporã
  • Ivinhema
  • Japorã
  • Jateí
  • Ladário
  • Maracaju
  • Mundo Novo
  • Nioaque
  • Nova Alvorada do Sul
  • Nova Andradina
  • Pedro Gomes
  • Porto Murtinho
  • Ribas do Rio Pardo
  • Rio Brilhante
  • Rio Negro
  • Rio Verde de Mato Grosso
  • Rochedo
  • Santa Rita do Pardo
  • São Gabriel do Oeste
  • Selvíria
  • Sete Quedas
  • Sidrolândia
  • Sonora
  • Tacuru

Grau tolerável - bandeira amarela

  • Alcinópolis
  • Eldorado
  • Figueirão
  • Iguatemi
  • Jaraguari
  • Juti
  • Novo Horizonte do Sul
  • Paraíso das Águas
 

Felpuda


Ex-petista de quatro costados, que acabou se aboletando em outro partido já há algum tempo, decidiu se submeter mais uma vez às urnas na tentativa de voltar a comandar cidade do interior de Mato Grosso do Sul. O eleitorado não botou fé e decidiu reeleger o atual prefeito.

Agora, há quem diga que o dito-cujo, que é fã de Carnaval, já pode ir preparando sua fantasia: “palhaço das perdidas ilusões”. Ô maldade!