Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

COMBATE À COVID-19

Campo Grande recebe 20 respiradores do Governo Federal para 'retaguarda' da pandemia

Aparelhos podem tanto ficar em postos de saúde como em hospitais que possuem contrato com a prefeitura para esse tipo de serviço
12/06/2020 14:02 - Nyelder Rodrigues


 

O prefeito de Campo Grande, Marcos Trad (PSD), anunciou durante live em sua página oficial no Facebook nesta sexta-feira (12) que a capital sul-mato-grossense recebeu 20 novos respiradores do Governo Federal para ficarem em 'leitos de retaguarda' no combate à pandemia do novo coronavírus - causador da covid-19 - na cidade.

Até o início da semana, o Ministério da Saúde não havia enviado para Mato Grosso do Sul nenhum respirador, aparelho essencial para o tratamento de doenças respiratórias, como é o caso da covid-19. Essa é a primeira remessa durante os três meses de pandemia - declarada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) em 11 de março.

Durante a live, Marcos Trad agradeceu ao presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) e ao ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, por enviar os equipamentos. "Esperamos não usá-los, mas agradecemos ao presidente e ao ministro. Que Deus abençoe o nosso Brasil. Obrigado", frisa.

Desde o início da crise sanitária, nenhum respirador foi adquirido pelo poder público local para reforçar o número de leitos, mas houve acréscimo no total de equipamentos a partir de doações e recuperação de aparelhos estragados.

Destino dos novos respiradores

De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau), o destino dos respiradores, úteis não apenas para o tratamento da covid-19, mas também das demais síndromes respiratórias, está sob estudo da pasta.

O plano de utilização dos novos equipamentos pode incluir desde a destinação deles para hospitais com leitos clínicos contratualizados com a prefeitura, como é o caso da Santa Casa, como em postos de saúde - no caso, as unidades de maior complexidade e urgência, que são às UPAS (Unidades de Pronto Atendimento) e CRS (Centros Regionais de Saúde).

Mais médicos convocados

Além disso, na mesma live, o prefeito revelou a contratação de mais 23 médicos para reforçar o atendimento da rede pública durante o período de pandemia. "As escalas acabam causando estresse nos funcionários, por isso é necessária renová-las. Foram convocados plantonistas 24h, 11 residentes, e médicos ambulatoriais", finaliza.

 

Felpuda


Lideranças de alguns partidos estão fazendo esforço da-que-les para fechar chapa com o número exigido por lei de 30% do total de vagas para as mulheres. Uma dessas legendas, por exemplo, tenta mostrar a “felicidade” das suas pré-candidatas, mas teme o fracasso, tendo em vista que o “chefe maior” é aquele que já mandou mulheres calarem a boca e disse também que a importância da sua então esposa na campanha eleitoral era porque apenas “dormia com ele”. Ô louco!