Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SÁBADO

Capital abrirá todas as unidades de saúde em Dia D da campanha de vacinação

Para este dia, todas as vacinas estarão disponíveis com o objetivo de atualizar a caderneta de crianças e adolescentes.
15/10/2020 09:31 - Alicia Miyashiro


Neste sábado (17), em razão do Dia D da campanha de multivacinação, todas as 71 unidades de saúde de Campo Grande estarão abertas para a imunização de crianças e adolescentes — até os 15 anos, com uma oportunidade para atualizar a caderneta.

Pensando nos responsáveis que trabalham o dia todo e não conseguem levar os jovens nas unidades durante a semana, as unidades funcionarão neste sábado no expediente normal, das 7h às 17h.

O dia D também atenderá crianças de 12 meses a menores de 5 anos, que poderão estar indo nas unidades para receber uma 'dose reforço', da vacina da poliomielite, a famosa vacina da 'gotinha'. As últimas campanhas de prevenção à paralisia infantil aconteceram em 2015 e 2018.

“É de suma importância que, principalmente as crianças nessa faixa etária, compareçam às unidades, para que não tenhamos o retorno de uma doença que está extinta no Brasil desde a década de 1980, semelhante àquilo que aconteceu com o sarampo no ano passado”, informa o secretário municipal de saúde, José Mauro Filho.

Para esta ação, todas as vacinas do cronograma infantil e adolescente estarão disponíveis, visto que, em alguns casos, os números de pessoas vacinadas está abaixo do recomendado pelo Ministério da Saúde. Dessa forma, a expectativa é que a cobertura dessas, seja ampliada.

As crianças e adolescentes até 15 anos devem comparecer às unidades de saúde para verificarem se as carteiras de vacinação estão em dia, caso não esteja, precisarão tomar as doses que estiverem em aberto.

Devido às duas campanhas serem de imunobiológicos, não há uma meta específica para o público a ser vacinado.

 
 

Felpuda


Ex-cabecinha coroada anda dizendo por aí ser o responsável por vários projetos para Campo Grande, executados posteriormente por sucessor. 

Ao fim de seus comentários, faz alerta para que o eleitor analise atentamente de como surgiram tais obras e arremata afirmando que não foi “como pó mágico de alguma boa fada madrinha. 

Houve muito suor nos corredores de Brasília”. Então, tá!...