Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

VEJA O VÍDEO

Carnaval de 2020 já supera 2019 em flagrantes de motoristas bêbados

Teve infrator que furou bloqueio e só parou porque bateu o carro
25/02/2020 09:00 - Izabela Jornada


Faltando mais um dia para terminar o Carnaval de 2020, a festa neste ano já bateu recorde de motoristas que foram flagrados dirigindo bêbados, em comparação com o Carnaval de 2019. Foram 183 motoristas surpreendidos dirigindo alcoolizado na última sexta, sábado, domingo e segunda, contra 102 do mesmo período de Carnaval do ano passado. O balanço foi divulgado pelo Batalhão de Polícia Militar de Trânsito (BPTran). Um dos motoristas flagrados furou o bloqueio, foi acompanhado e só parou porque bateu o veículo.

A Operação blitz Lei Seca ocorreu na Avenida Gury Marques, na noite de ontem e terminou na manhã desta terça-feira (25). Desse total, 20 foram presos em flagrante.

Só na noite de ontem, 53 motoristas foram flagrados dirigindo alcoolizados e 154 veículos foram abordados pela equipe de trânsito. Uma moto roubado foi recuperada e 35 Carteiras Nacional de Habilitação (CNH) foram recolhidas. Dos veículos abordados, 14 estavam com licenciamentos vencidos. Houve ainda 12 remoções de carros e oito de motos.

FUGA

Ao ser flagrado em blitz da BPTran, na Avenida Gury Marques, motorista desrespeitou bloqueio da equipe de trânsito por estar dirigindo bêbado e fugiu.  

O batalhão foi atrás do infrator que acabou batendo o veículo Celta em um poste de energia elétrica. O infrator também não tinha CNH. O veículo foi apreendido e o condutor foi preso.

 

 
Confira veículo de motorista flagrado bêbado e que foi apreendido em blitz - Divulgação/BPTran

Felpuda


Embora embalada por vários “ex”, pré-candidatura a prefeito de esforçada figura não deslancha. É claro que ninguém ousa falar em voz alta que o apoio, em vez de alavancar os índices com o eleitorado, está é puxando para baixo. Uns dizem que o título do filme “Eu Sei O Que Vocês Fizeram no Verão Passado” retrata bem a situação. Outros complementam: “... na primavera, no outono, no inverno...”. Como diria vovó: “Aqui você planta, aqui você colhe!”.